Ministério usa gráfico vendido na internet em apresentação de remédio anticovid

Publicado em 04/11/2020

Por CNN em 19/10/2020

Resultados nitazoxanida - Gráfico Shutterstock

Foto: TV Brasil/Reprodução

Em uma apresentação realizada nesta segunda-feira (19), o Ministério da Ciência e Tecnologia afirmou que um estudo realizado pelo Laboratório Nacional de Biociências verificou que o vermífugo nitazoxanida, conhecido pelo nome comercial Annita, é eficaz para conter a reprodução do novo coronavírus.

No entanto, no vídeo de apresentação dos resultados do estudo, o governo federal se utilizou de um gráfico pré-pronto, que é disponibilizado no banco de imagens Shutterstock e que não está baseado na pesquisa feita pelo Ministério.

 

No site do Shutterstock, o vídeo com uma seta em um gráfico de fundo azul e com barras descendentes é vendido por um valor que varia entre US$ 65 e US$ 179 (o equivalente a entre R$ 364 e R$ 1.000, segundo a cotação atual do dólar), a depender da qualidade da imagem requerida pelo cliente.

 

O gráfico é exibido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia acompanhado da afirmação de que o estudo realizado pela pasta de “confirmou de forma científica a eficácia do medicamento”.

Em vídeo gravado pela pasta após a apresentação, o ministro Marcos Pontes disse que o gráfico era apenas ilustrativo. “A gente colocou um gráfico na apresentação de hoje, um gráfico obviamente só ilustrativo, sem números, só para demonstrar a queda. As pessoas perguntam: ‘Esses números são reais?’ Não, ainda não. Os dados reais, os números com todas as equações, com todos os dados estatísticos, vêm na sequência, depois que fizermos a publicação”, disse.

“Depois que tivermos a publicação dos dados científicos, para aqueles que gostam de matemática, de estatística, aquele negócio todo, a gente vai fazer uma apresentação detalhada, com todas as equações etc”, acrescentou.

(Edição do texto: Paulo Toledo Piza).