Pint of Science estará em Campinas

Correio Popular em 20/05/2016

 

No Almanaque Cafe, a noite será animada pelo quinteto de flautistas Zebu Trifásico

Divulgação No Almanaque Cafe, a noite será animada pelo quinteto de flautistas Zebu Trifásico

Mesa de bar, já disse a Marrom, “é lugar para tudo que é papo da vida rolar, do futebol até a danada da tal da inflação”. Então, por que não falar sobre nanotecnologia? Talvez sobre a importância dos fósseis nas teorias evolutivas ou o desenvolvimento de novos medicamentos e vacinas? Quem sabe uma conversa esclarecedora, mas beeeem descontraída, para entender como é fermentada a cerveja de trigo que transborda cremosa no copo e desce gelada na sua garganta, ali mesmo, enquanto se delicia com ela?

Ou ampliar os horizontes para conhecer a astrobiologia e sua busca por vida extraterrestre… Pois que seja a ciência o tema da vez! Parece inusitado, mas é o que se propõe o festival internacional Pint of Science, que vai levar especialistas e pesquisadores de diversas áreas a bares e outros locais de diversão para falar, sem hermetismo, sobre assuntos normalmente restritos aos círculos acadêmicos.
Campinas, que recebe as atividades de amanhã (23) a quarta-feira (25), é uma das sete cidades brasileiras a fazerem parte da edição 2016 do evento (mais Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, São Carlos, São Paulo e Dourados, no Mato Grosso do Sul). Estão incluídas no festival outras 100, localizadas na África do Sul, Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Inglaterra, Irlanda e Itália. “Nesta época de obscurantismo e acesso fácil à desinformação, o Pint of Science surge como uma vela na escuridão, diminuindo o abismo entre os cientistas e a sociedade”, avalia a coordenadora da iniciativa no Brasil, Natalia Pasternak. “O evento também cria a oportunidade de estabelecermos uma comunicação mais informal, descontraída e humana, a fim de que possamos, todos juntos, oferecer um brinde à ciência”, acrescenta.
“A ideia é fazer com que um não cientista olhe para um cientista em um ambiente de bar, com uma cerveja na mão, e perceba que ele é um cara comum, acessível, e que os temas que ele conhece também podem ser”, observa o biólogo Rafael Bento, organizador local do Pint of Science. Para ele, difundir informação científica é também questão de fomentar a participação social. “Um cidadão que não tem interesse em ciência tem menos poder na sociedade, nesses tempos em que temas como tecnologia, a droga anticâncer (fosfoetanolamina) e o zika vírus, por exemplo, são tão debatidos”.
Por aqui, o Pint of Science terá temas como Ciência da Cerveja e Gastronomia Molecular no Cardápio, que abrem o festival amanhã, a partir das 19h30, no Almanaque Café, em Barão Geraldo, um dos bares participantes; a noite será animada pelo quinteto de flautistas Zebu Trifásico, formado pelos biólogos Andre? Victor Lucci Freitas, Thomas Lewinsohn e Rafael Oliveira, pelo médico Paulo Dalgalarrondo e pela música Luciana Carrillo. Um dos proprietários do Almanaque, aliás, é um dos cientistas palestrantes: David Figueira, formado em física pela Unicamp, que também é sócio da Lamas Cervejaria. “Estamos preparando uma verdadeira viagem no tempo, desde Pasteur até os dias atuais, para mostrar o quão importante é a história da cerveja na formação de nossa sociedade moderna”, diz.
Simultaneamente, ainda nesta segunda, o Echos Studio Bar recepcionará especialistas para falar sobre Desenvolvimento de Novos Fármacos e Mudanças Climáticas (confira a programação completa ao final). Na quarta, os debates serão transferidos para o Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini, sob a batuta dos cardápios de food trucks. O evento é gratuito e o público paga apenas o que consumir (exceção é no observatório, em que há taxa de entrada).
No Almanaque Cafe, a noite será animada pelo quinteto de flautistas Zebu Trifásico
NAQUELA MESA
Em 2012, os pesquisadores Michael Motskin e Praveen Paul, do Imperial College London, passaram a convidar pacientes de Alzheimer, Parkinson, doenças neuromusculares e esclerose múltipla para conhecer seus laboratórios e o tipo de pesquisa realizada neles. A partir dessa experiência, os dois tiveram a ideia de que, no sentido inverso, os pesquisadores deveriam sair de seus ambientes acadêmicos para conversar diretamente com as pessoas, nos locais que elas habitualmente frequentavam.
No ano seguinte, a primeira edição do Pint of Science foi realizada na Inglaterra – de onde veio o termo pint, a medida de 473ml dos copos em que é servida a cerveja nos tradicionais pubs do país. Em pouco tempo, a iniciativa correu o mundo. No Brasil, o evento aconteceu pela primeira vez no ano passado, mas apenas em São Carlos. Para saber mais: http://pintofscience.com.br
Chopp com ciência
Rafael Bento é também o idealizador do Chopp comCiência, encontros gratuitos promovidos às terças-feiras, às 20h, no Echos Studio Bar, em Barão Geraldo. A cada semana, o evento propõe um tema para debate entre cientistas e o público em geral. Com início em março, já está em sua 12a edição. A programação é divulgada no grupo Chopp com Ciência no Facebook.
PROGRAMAÇÃO
PINT OF SCIENCE EM CAMPINAS
23 de maio – 19h30 às 21h
Onde: Almanaque Café (Avenido Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, Barão Geraldo)
*Ciência da Cerveja, com David Figueira
*Gastronomia Molecular e os Novos Equipamentos de Cozinha, com Alexandre Meneghetti Martins
Onde: Echos Studio Bar (Rua Agostinho Pattaro, 56, Barão Geraldo)
*Mudanças Climáticas, com Ana Maria Heuminski de Avila
*A Jornada da Descoberta de um Fármaco, e a Química com Isto?, com Patricia Tambarussi Baraldi
24 de maio – 19h30 às 21h
Onde: Almanaque Café
*A Ciência e a Tecnologia na Escala Nanométrica, com Marcelo Knobel
*Investigando Biomoléculas com Raios X, Presente e Futuro, com Ana Carolina Zeri
Onde: Echos Studio Bar
* Fósseis, Dilemas Evolutivos e Alguma Cerveja, com Mírian Liza Alves Forancelli Pacheco
* Estrutura e Funcionalidade das Oroteínas do Zika Vírus: Perspectivas para Imunoterapia, com Alisson Campos Cardoso
25 de maio – 19h30 às 21h
Onde: Echos Studio Bar
* Ciência Hoje: Mais do que Uma Revista, Um Modo de Ser e Pensar a Ciência no Brasil, com Ana de Medeiros Arnt
* Mulheres, Educação e Ciências: Liderança à Vista, com Clarissa Correia Lima Loureiro
25 de maio – 19h30 às 21h
Onde: Observatório Municipal de Campinas (Estrada do Capricórnio, s/n – entrada R$ 4 inteira e R$ 2 meia). Alimentação e bebidas fornecidas por food trucks.
* Observação do Céu Noturno, com Júlio Lobo
* Estamos Sozinhos no Universo? Astrobiologia e a Busca Científica por Vida Extraterrestre, com Douglas Galante
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone