Workshop discute construção de nova Fonte de Luz Síncrotron

Publicado em 10/02/2009

Jornal da Ciência, em 10/02/2009

Em linhas gerais, a proposta do LNLS-2 prevê uma fonte de alto desempenho e classe mundial

Começam nesta terça-feira (10) à tarde no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS/MCT), em Campinas (SP), as discussões acerca do projeto de construção da segunda Fonte de Luz Síncrotron brasileira, o LNLS-2.

A atividade integra a pauta do 1º Workshop LNLS-2: Desenvolvimento e Casos Científicos, apontado como marco inicial deste projeto. Seu objetivo é discutir os problemas científicos e tecnológicos a serem investigados e iniciar o detalhamento da tecnologia, engenharia e orçamento que serão empregados na nova Fonte. O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) já repassou ao LNLS R$ 2 milhões para a estruturação do projeto.

Em linhas gerais, a proposta do LNLS-2 prevê uma fonte de alto desempenho e classe mundial. Com um anel de armazenamento de elétrons (acelerador de partículas) de energia e circunferência (cerca de 350 metros) maiores que o LNLS-1, a nova fonte será capaz de produzir um feixe de luz até dezenas de milhões de vezes mais brilhante que o feixe gerado pela sua antecessora, possibilitando se alcance novas fronteiras em diversos campos da ciência fundamental e aplicada.

O workshop LNLS-2 ocorre paralelo à Reunião Anual dos Usuários (RAU) do LNLS, que começou ontem (9) e continua hoje (10). Suas atividades ocorrem até a manhã desta quarta-feira (11).

Estão programadas as palestras de Mikael Eriksson, do Síncrotron MAX-lab (Suécia), e de Peter Fischer, do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley (Estados Unidos), entre outros.

Um dos destaques é a mesa redonda Financiamento e Sustentabilidade, que se realiza amanhã (11) com a participação de Antonio Rubens Britto de Castro, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Avílio Franco, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT), José Drugowich, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), e Mauro Evangelho, da Petrobras.

A programação completa da RAU e do 1º Workshop LNLS-2 pode ser consultada no blog da RAU (http://raulnls.wordpress.com/).

Primeira Fonte
Só no ano passado, 438 pesquisas de usuários foram realizadas na instrumentação da primeira Fonte de Luz Síncrotron do Brasil, o LNLS-1. Funcionando desde 1997, o LNLS recebe pesquisadores de diversas partes do mundo, em especial do Brasil e de outros países da América Latina. Os estudos realizados em suas instalações objetivam principalmente desvendar a estrutura da matéria em nível atômico e molecular. Com a Luz Síncrotron é possível enxergar como os átomos estão agrupados e descobrir, por exemplo, a composição química de um objeto.

A programação completa da RAU e do 1º Workshop LNLS-2 estão no endereço http://raulnls.wordpress.com/

(Assessoria de Comunicação do MCT)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone