Prêmio internacional reconhece pesquisador visitante do LNNano por avanços na microscopia eletrônica

Publicado em 23/02/2017

Assessoria de Comunicação em 23/02/2017

O pesquisador visitante do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), integrante do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Marin van Heel, foi agraciado com o Prêmio Wiley em Ciências Biomédicas. O anúncio, realizado em 22 de fevereiro, coloca Marin ao lado de uma elite de pesquisadores condecorados pela Wiley Foundation.

A 16ª edição do prêmio reconhece os trabalhos de Marin van Heel e dos pesquisadores Joachim Frank e Richard Henderson para tornar a técnica de criomicroscopia eletrônica uma das mais importantes para o conhecimento da estrutura atômica de grandes complexos moleculares, como proteínas.

Escolhida como o “Método do Ano de 2015” pelo periódico Nature Methods, a criomicroscopia beneficia principalmente pesquisas nas áreas da Saúde, Farmácia, Química e Biologia. Com resolução próximas à escala atômica, a técnica permite conhecer a estrutura de moléculas em solução, em condições controladas, preservando a integridade das amostras.

Além de atuar no LNNano, van Heel é Professor Emérito da Universidade de Leiden, na Holanda, e do Imperial College de Londres, na Inglaterra.

Criomicroscopia no Brasil: na fronteira do conhecimento

O CNPEM tem atuado na área de criomicroscopia desde 2010. Em 2012, por meio de uma bolsa do CNPq na modalidade Pesquisador Visitante Especial, Marin van Heel juntou-se à equipe do LNNano para consolidar a área de pesquisa em criomicroscopia eletrônica no campus do CNPEM, em Campinas-SP. O projeto prevê a instalação de uma infraestrutura pioneira na América Latina, que contará com três microscópios eletrônicos de transmissão abertos à comunidade científica. Dois equipamentos já estão instalados – um deles está aberto a usuários externos e o outro será disponibilizado ainda em 2017. Ambos foram adquiridos com recursos do Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologia (SisNano). O terceiro equipamento, de alto desempenho para criomicroscopia eletrônica, deverá estar disponível em 2018.

Para treinar os pesquisadores na técnica, a equipe do LNNano, em parceria com a Universidade de Leinden, na Holanda, organiza a cada dois anos o evento Brazil School for Single Particle Cryo-EM, escola que teve em 2016 sua sétima edição. O grupo, do qual van Heel faz parte, também desenvolve metodologias e software para o processamento de dados de criomicroscopia e realiza o treinamento de pesquisadores no uso da técnica.

Veja o anúncio na página da Wiley Foundation

Sobre o LNNano

O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) está localizado em Campinas-SP e é integrante do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), uma organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O Laboratório, aberto a usuários, busca, por meio de pesquisas in house, explorar oportunidades oferecidas pela nanotecnologia para atender às necessidades da agricultura, indústria e serviços, em âmbito regional, nacional e internacional. O Laboratório atua, também, na criação e desenvolvimento de produtos e processos sustentáveis, por meio de seus cinco laboratórios: Laboratório de Microscopia Eletrônica, de Microfabricação, de Ciência de Superfícies, de Materiais Nanoestruturados e de Caracterização e Processamento de Metais.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone