Petrobras poderá apoiar construção da nova fonte brasileira de luz síncrotron

Publicado em 04/06/2012

Agência Gestão C,T&I, em 01/06/2012

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, anunciou que a Petrobras deverá apoiar a construção de Sirius, a nova fonte brasileira de luz síncrotron. De acordo com ele, as negociações estão avançadas.

“Só falta a autorização da Agência Nacional de Petróleo [ANP]”, afirmou no dia 31 de maio, em Campinas (SP), durante as comemorações dos 25 anos do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).

Ainda de acordo com o ministro, Sirius é prioridade do MCTI e contará com recursos orçamentários da pasta. A construção está orçada em R$ 467 milhões. Poderão participar, também, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O projeto consiste numa fonte com 3,0 giga elétron-volts (GeV) de energia e muito mais brilho que a atual. Isso abrirá novos horizontes para as técnicas de caracterização de materiais, já que permite, por exemplo, o uso de raios X com micro e nano focalização.

(Com informações do MCTI)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone