Novo ímã do acelerador de luz síncrotron vai poupar energia de 30 mil casas

Publicado em 11/08/2010
Portal Bol, em 11/08/2010

Os pesquisadores do LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron) já criaram alguns protótipos que serão usados no segundo acelerador de partículas, o Sirius, com o aporte inicial de recursos recebido do MCT.
A principal inovação até agora é um ímã permanente que economiza energia nos procedimentos. Se implantado, será usado pela primeira vez no mundo em anéis de luz síncrotron. O anel por onde correm os elétrons em órbita fechada é composto por trechos retos e curvos. O ímã permanente possibilita que esses elétrons façam as curvas (efeito físico chamado de força de Lorentz).

Isso exclui a necessidade de bobinas ligadas aos ímãs, como acontece no anel atual do LNLS. As bobinas, além de consumirem energia, esquentam e aumentam a necessidade de refrigeração. “A economia de energia gerada pelos ímãs permanentes pode chegar a algo equivalente ao consumo de energia de 30 mil residências por ano”, afirma o coordenador do projeto, o físico Ricardo Rodrigues. Por isso, o novo anel é conhecido, no LNLS, como uma “fonte verde” de energia.

Link da matéria:
http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2010/08/16/novo-ima-do-acelerador-de-luz-sincrotron-vai-poupar-energia-de-30-mil-casas.jhtm

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone