Kassab garante verba para finalizar Projeto Sirius até o fim de 2018

Publicado em 29/06/2018
CBN Campinas em 26/06/2018

Durante visita ao CNPEM, em Campinas, o Ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, afirmou que tem mantido em dia o cronograma de financiamento para projeto Sirius, que é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País e uma das primeiras fontes de luz síncrotron de 4ª geração do mundo. O projeto começou em dezembro de 2014 e está com mais de 90% finalizado.

O orçamento é de R$ 1 bilhão e oitocentos milhões  até o final do projeto, em 2020. Para agosto desse ano foi prevista a realização da primeira volta de elétrons no acelerador do Sirius. Mas, para isso acontecer teria sido necessária uma suplementação orçamentária de 200 milhões de reais. O Sirius vai possibilitar que Brasil se torne o segundo país do mundo, depois da Suécia, a possuir um acelerador de elétrons de 4ª Geração.

De acordo com Kassab, isso deve ocorrer até o fim de 2018. Para o Diretor do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron e do Projeto Sirius, Antônio José Roque da Silva, afirma que o cronograma não sofreu atraso, mas uma reorganização. O Projeto Sirius faz parte do CNPEM, Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, uma Organização Social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Durante a visita, o ministro inaugurou o novo prédio do Laboratório Nacional de Nanotecnologia do CNPEM. O diretor do laboratório, Adalberto Fazzio, disse que a estrutura do novo prédio vai abrigar três microscópios eletrônicos de última geração. O investimento do Ministério da Ciência e Tecnologia nesse novo laboratório foi de R$ 3.592.260,41.

Ouça a matéria completa clicando aqui