Elétrons apressados

Publicado em 02/07/2013

Revista Inovação, em 2013

Deve começar ainda este ano, no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), em Campinas, a construção do novo acelerador de elétrons de terceira geração, batizado de Sirius.

E, além de velozes, serão poderosos: a energia final dos elétrons será mais do que o dobro da atual. Capaz de gerar imagens com mais resolução, o equipamento poderá atrair para o País cientistas de destaque no cenário internacional. As mais diversas áreas da ciência serão atendidas, desde medicina e biotecnologia até paleontologia, agricultura e nanotecnologia.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone