Dilma visita obras de projeto científico em Campinas

Publicado em 17/06/2016
Radioagência Nacional em 09/06/2016

 

A presidente afastada Dilma Rousseff visitou, nesta quinta-feira (9), as obras do Projeto Sirius, em Campinas, no interior de São Paulo. Essa é a primeira viagem à cidade depois da abertura do processo de impeachment.

Desenvolvido pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Sirius é o mais novo acelerador de elétrons brasileiro, que terá capacidade de gerar alta radiação, suficiente para ajudar a investigar materiais mais espessos, como explica o diretor do projeto, Antonio José Roque da Silva.

O projeto Sirius está orçado em R$ 1,3 bilhão, com verbas federais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e Comunicações.

As obras começaram em dezembro de 2014 e o equipamento deve entrar em pleno funcionamento em 2019.

Durante a visita ao local, que durou cerca de 50 minutos, Dilma Rousseff foi recebida com rosas vermelhas entregues por funcionários do CNPEM. A presidente afastada também foi cumprimentada por operários da obra e manifestantes favoráveis ao governo dela.

Depois da visita ao canteiros de obras, Dilma Rousseff participou de almoço com cientistas na casa do diretor geral do CNPEM, Rogério Cerqueira Leite, em Campinas.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone