Confira as atividades e oportunidades de 15 a 21 de outubro na Agenda Científica do MCTIC

MCTI em 14/outubro de 2016

Na 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, ações de divulgação e educação científica serão realizadas em todo o país. Institutos de pesquisas do MCTIC também participam com oficinas, exposições e palestras. O LNCC abre visitação ao supercomputador Santos Dumont, enquanto o Inpe mostra a importância das atividades espaciais para a produção de alimentos.

screen-shot-2016-10-19-at-16-32-15LNCC abre as portas do supercomputador

Em Petrópolis (RJ), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) abre visitação ao interior do supercomputador Santos Dumont durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Com capacidade de realizar mais de 1 quatrilhão de operações matemáticas por segundo, o supercomputador é formado por dois contêineres unificados, cujo telhado remete ao chapéu-panamá do aviador. As visitas se destinam a universitários, que devem se inscrever pelo telefone (24) 2233 6025. O LNCC também realiza oficina do Sistema de Acompanhamento Holístico de Atletas (Saha), ferramenta responsável por cruzar dados de diversas áreas do conhecimento em busca de melhorar performances esportivas, presente nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O público da SNCT pode realizar teste de frequência cardíaca e comparar seu rendimento ao de esportistas profissionais. Saiba mais.

Atividades espaciais e produção de alimentos

Durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) vai mostrar a importância das atividades espaciais para a produção de alimentos. A programação inclui um debate sobre a distribuição gratuita de imagens produzidas pelos satélites na segunda-feira (17), às 15h. No dia seguinte, o acesso aos produtos e serviços meteorológicos será tema de palestra também às 15h. Na sexta-feira (21), será oferecida uma oficina de cubesats – satélites miniaturizados com tamanho aproximado de dezcentímetros – a alunos do ensino fundamental entre 9h e 11h. Durante todo o período da Semana, ficará aberta a exposição “Cbers: Acessar o espaço para cuidar da Terra”. Clique aqui para acessar a programação completa.

Oficinas e palestras no CTI

O CTI Renato Archer, em Campinas (SP), realiza uma série de atividades durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Os interessados poderão participar de oficinas sobre animação 3D, eletrônica, empreendedorismo digital, matemática e desastres naturais, e visitar a exposição de produtos de tecnologia assistiva em parceria com o Senai. Também haverá palestras, debates e competição de robótica de alunos do ensino médio. Saiba mais.

Polinização

O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) vai apresentar, durante a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a importância dos polinizadores na produção global de alimentos. A abordagem no stand montado em Brasília (DF) tem como foco as abelhas, que são os principais insetos polinizadores da maioria das espécies produtoras de alimentos. A programação será de terça-feira (18) a domingo (23). Clique aquipara saber mais.

Cálculo na era digital

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) promove, na terça-feira (18), colóquio sobre as mudanças da era digital sobre o processo de cálculos matemáticos. O palestrante será o pesquisador Egdardo Salomon Cheb-Terrab. Para mais informações, acesse esta página.

Agricultura e pesca

No Instituto Mamirauá, localizado em Tefé (AM), a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia será realizada entre quarta-feira (19) esexta-feira (21) com palestras, exposições, concursos de desenho e redação, e jogos educativos sobre temas como arqueologia, jacarés e quelônios, peixes da Amazônia, produção de mel de abelhas sem-ferrão e produção agroecológica. Uma das atividades é a exposição de fotos “Pirarucu – Z32”, de autoria do fotógrafo Rafael Castanheira, que documentou a pesca manejada da espécie no município de Maraã, entre os anos de 2006 e 2010. Clique aqui.

Congresso de biotecnologia do Inpa

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) realiza, entre 17 e 20 de outubro, o Congresso de Biotecnologia Sustentável na Biodiversidade Amazônica para o intercâmbio científico nas áreas de biologia, biotecnologia aplicada à saúde, nanotecnologia e neurociências, de estudos sobre o câncer e de pesquisas com células-tronco humanas. Nos dias 18 e 19 de outubro, será realizado workshop gratuito sobre divulgação científica direcionado a professores do ensino médio e estudantes de nível superior. Clique aqui para mais informações.

Inaugurações no ON

Na quarta-feira (19), o Observatório Nacional (ON) inaugura o Espaço Antares Kleber Grijó de Oliveira de Divulgação Científica, além de abrir a exposição “100 anos de pesquisas no Observatório Magnético de Vassouras”. A solenidade começa às 10h30, pavilhão Luis Cruls, na sede do ON, no Rio de Janeiro (RJ). Mais informações podem ser obtidas aqui.

Instrumentação científica e inovação

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) está com inscrições abertas para a 3ª Oficina de Instrumentação Científica e Inovação Tecnológica (3ª O2I), que será realizada na quinta (20) e sexta-feira (21) no Rio de Janeiro (RJ). O objetivo é promover a interação entre as áreas de pesquisa e desenvolvimento do CBPF com o setor produtivo. No evento, serão apresentados os desenvolvimentos tecnológicos do CBPF; a visão das empresas sobre inovação; e o papel da física e da instrumentação científica no desenvolvimento nacional. Clique aqui para conhecer a programação.

Futuras Cientistas

O Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene) abriu inscrições para o programa Futuras Cientistas, voltado para estudantes e professoras interessadas em participar de projetos de pesquisa nas áreas de biotecnologia, nanotecnologia e microeletrônica. Serão selecionadas 10 estudantes do 2º ano do ensino médio de escolas públicas e cinco professoras de química, física, matemática ou biologia. O objetivo é despertar o interesse das mulheres pela ciência e abrir caminho para o acesso à cultura tecnológica. As inscrições podem ser feitas até 30 de outubro.

Bolsas de verão do CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) realiza o 26º Programa Bolsas de Verão, em janeiro e fevereiro de 2017, para estudantes de graduação das áreas das Ciências da Vida e Ciências Exatas de instituições de ensino da América Latina e Caribe. O programa estimula jovens com vocação para pesquisa científica e atividades de desenvolvimento tecnológico. Os estudantes selecionados serão orientados por um pesquisador e/ou tecnólogo de um dos Laboratórios Nacionais do CNPEM. As inscrições podem ser feitas entre 17 e 31 de outubro. Clique para mais informações.

Chamada pública em segurança alimentar

Está aberta chamada pública do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no valor de R$ 4 milhões para pesquisas na área de segurança alimentar e nutricional no âmbito da União das Nações Sul Americanas (Unasul). As propostas, que podem ser desenvolvidas em 10 linhas temáticas, devem ser apresentadas até 19 de outubro. Entre as ações previstas, estão a identificação e o fomento de núcleos e grupos de ensino, pesquisa, extensão e o apoio à geração e difusão de conhecimento e tecnologias na área; e a integração de políticas públicas de estímulo à produção do conhecimento, às necessidades sociais e de gestão e à inclusão social; entre outras. Para saber mais, acesse o edital da chamada.

Arranjos produtivos de base mineral

Serão realizados nos dias 25 e 26 de outubro, em Santa Gertrudes (SP), o 13º Seminário Nacional de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral e o 10º Encontro do Comitê Temático da Rede Brasileira de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral (Rede APL Mineral). Os eventos têm como tema o ordenamento territorial geomineiro para a sustentabilidade dos arranjos produtivos locais (APLs) de base mineral. A perspectiva é contribuir para a formulação e a prática de políticas públicas que busquem o crescimento e o desenvolvimento da mineração em micro, pequena e média escala no Brasil, por meio de empresas ou cooperativas. Saiba mais.

Pós-graduação no Inpe

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) está com inscrições abertas até 31 de outubro para pós-graduação nas áreas de astrofísica, engenharia e tecnologia espaciais, geofísica espacial, computação aplicada, meteorologia, sensoriamento remoto e ciência do sistema terrestre. Gratuita, a pós-graduação no Inpe oferece bolsas de estudos do CNPq e da Capes. Saiba mais.

Curso de comunicação científica

O Museu Paraense Emilio Goeldi (MPEG) abriu inscrições para o curso de comunicação científica, que será realizado de 21 a 23 de novembro. Oferecido pelo Fundo Newton, do Reino Unido, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa), o curso tem foco na redação científica para melhorar as habilidades de comunicação de pesquisadores. O objetivo é aumentar o alcance e o impacto das pesquisas, incluindo a comunidade científica local e também a internacionalização de resultados e ações de pesquisa. As inscrições vão até 5 de novembro.

Semiárido em debate

Estão abertas as inscrições para o 1º Congresso Internacional da Diversidade do Semiárido, que será realizado entre 10 e 12 de novembro, em Campina Grande (PB). O evento reúne trabalhos sobre a diversidade do semiárido brasileiro para subsidiar o planejamento, a gestão e o monitoramento de políticas públicas para a região. Para mais informações, clique aqui.

Preservação de acervos científicos

O Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) está com inscrições abertas para a sexta edição do Curso de Preservação de Acervos Científicos e Culturais, que será realizado entre 28 de novembro e 2 de dezembro. O objetivo é ampliar o conhecimento na área da preservação de bens culturais de ciência e tecnologia. Além de palestras sobre proteção e a conservação de acervos, o curso promove visitas técnicas às áreas de guarda de acervos do Mast, ao Laboratório de Conservação e Restauração de Papel (Lapel) e ao Laboratório de Conservação de Objetos Metálicos (Lamet). As inscrições podem ser feitas até 18 de novembro. Clique aqui.

Inovação em mineração

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações abriu inscrições para o 3º Seminário sobre Inovação em Geologia, Mineração e Transformação Mineral (Inovamin), marcado para 29 de novembro em Brasília. O encontro reúne governo, empresas e instituições de pesquisa. A ideia é divulgar projetos cooperativos de sucesso no setor mineral e iniciativas de apoio à inovação em empresas.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone