Ciência avançada em radiação Sincrotron

Publicado em 29/10/2010

28/10/2010, em Agência Fapesp

Entre os dias 17 e 25 de janeiro de 2011, pesquisadores de diversos países interessados na área da tecnologia síncrotron estarão reunidos em Campinas (SP) na Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA) “New developments in the field of syncrotron radiation”.

O evento tem apoio da FAPESP e será realizado no campus do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), com esperados 100 estudantes de doutorado e pós-doutorado, metade do Brasil e de nações latino-americanas e metade de outros países.

As inscrições foram prorrogadas até o dia 15 de novembro e, para a submissão, é necessária uma carta de recomendação do orientador ou coorientador citando o tema da pesquisa do candidato.

Na ESPCA-LNLS serão apresentados recentes avanços em radiação síncrotron nas suas mais variadas aplicações. A escola é voltada somente a doutorandos e pós-doutorandos, especialmente os que atuam em áreas que podem usufruir da luz síncrotron. No entanto, não é obrigatório que estejam familiarizados com essa tecnologia, segundo os organizadores.

Estão programadas sessões sobre biologia estrutural, imageamento 3D, catálise, magnetismo e supercondutividade, nanociências e meio ambiente. Haverá dois dias de visitas aos campi de São Carlos e de São Paulo da Universidade de São Paulo (USP) e ao campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Entre os professores convidados estão os ganhadores do Prêmio Nobel Ada Yonath (Instituto de Ciência Weizmann, Israel), Química em 2009, e Albert Fert (Unidade Mista de Física, Conselho Nacional de Pesquisa Científica, França), Física em 2007.

Daniel Ugarte (Universidade Estadual de Campinas), Daniela Zanchet (LNLS), Franz Pfeiffer (Universidade Técnica de Munique, Alemanha), Galo Soler Illia (Comissão Nacional de Energia Atômica, Argentina), Gemma Guilera (Síncrotron Alba, Espanha), Igor Polikarpov (USP), Jin Wang (Laboratório Nacional Argonne, Estados Unidos), Sebastian Stepanow (Instituto Max Planck, Alemanha) e Steven G. Louie (Universidade da Califórnia em Berkeley, Estados Unidos) são alguns dos outros cientistas confirmados.

Yves Petroff, diretor científico do LNLS e ex-diretor do European Synchrotron Radiation Facility (ESRF), na França, é o coordenador do evento.

A Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA) é uma modalidade de fomento da FAPESP destinada a cursos de curta duração em temas avançados de ciência e tecnologia e voltados a qualquer área do conhecimento.

O objetivo é promover a interação entre estudantes e pesquisadores locais e de outros países. Para isso, a FAPESP oferece apoio à vinda de jovens estudantes ou pós-doutores internacionais ao Estado de São Paulo para participar de cada Escola e debater os temas abordados.

Os professores responsáveis por ministrar as disciplinas devem ser cientistas de excelente qualificação e destaque em seus campos de pesquisa, incluindo-se cientistas estrangeiros convidados.

Os estudantes participantes devem estar matriculados em cursos de graduação ou pós-graduação no Brasil ou exterior, sendo potenciais candidatos aos cursos de mestrado, doutorado ou a estágios como pós-doutores em instituições de ensino superior e pesquisa no Estado de São Paulo. Também poderão ser aceitos alguns jovens doutores.

Os estudantes selecionados para participar dos cursos terão oportunidade de apresentar, em sessões de pôsteres, os resultados de suas pesquisas, discutindo os progressos de seus resultados com os cientistas participantes.

O LNLS fica à Rua Giuseppe Máximo Scolfaro, 10.000, Polo 2 de Alta Tecnologia, Campinas (SP).

Mais informações sobre ESPCA-LNLS e submissão de trabalhos: http://espca.lnls.br ou pelo email: roberta.colleto@lnls.br com Roberta Santarosa Colleto.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone