Avanço na pesquisa passa por Campinas

Publicado em 14/07/2011
Metro Campinas em 14/07/2011

Mais de 15 institutos de pesquisa de base tecnológica estão instalados na cidade de Campinas. Suas frentes de atuação são amplas, a maioria com foco na informatização, mas muitas focadas também na agricultura e na alimentação.

O LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron) é o único da América Latina. Ele possui um conjunto de instrumentações científicas que permite a aplicação de raios X e raio ultravioleta em estudos de materiais. Sua contribuição se dá no avanço do conhecimento em áreas estratégicas como a nanociência, materiais avançados, fármacos e energias alternativas, e para a formação de recursos humanos, desde o nível de iniciação científica até o pós-doutorado.

É utilizado por mais de 2,7 mil pesquisadores de todo o país e da América Latina, envolvidos em 500 estudos que resultam em aproximadamente 250 artigos publicados em revistas científicas.

O laboratório possui uma infraestrutura que inclui microscópios de varredura de ponta e espectrômetros de ressonância magnética nuclear e outras instrumentações de uso científico. Nessas instalações, são realizados experimentos que contribuem para ampliar os conhecimentos nas áreas de física, química, engenharia dos materiais, meio ambiente e ciências da vida.

Confira a capa do caderno especial sobre Campinas

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone