Alemanha e Brasil discutem tecnologias na área de energia renovável em workshop

Publicado em 28/02/2018

Imprensa Ambiental, 23 de fevereiro de 2018

Escrito por Sergio Vieira

No dia 9 de março, no Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), será realizado o workshop Valorization of Renewable Resources – Recent Advances and Prospects, A Brazilian-German Technology Alliance. Organizado pela Universidade Técnica de Munique (TUM), em parceria com o Instituto Fraunhofer de Engenharia de Interfaces e Biotecnologia IGB e com o CTBE, o evento reunirá especialistas para discutir as principais tecnologias do Brasil e Alemanha na área de energias renováveis.

O pano de fundo da discussão é a crescente escassez mundial de recursos e a demanda por matérias-primas renováveis, biogênicas e recicladas para o desenvolvimento de processos e produtos sustentáveis em setores industriais como química e energia. Novos processos catalíticos, bem como a biotecnologia industrial, desempenham um papel fundamental na consecução deste objetivo.

O workshop reunirá representantes da indústria, universidades e centros de pesquisa com interesse em catálise em todas as suas formas: enzimática, química e eletrocatálise, a fim de discutir e avaliar as possíveis cooperações com o Instituto BioCat do Fraunhofer IGB, com a TUM e com o CTBE.

As palestras serão divididas em três sessões: Biocatalytic processes, Chemo and electro-catalytic processes e Cooperation between Brazil and Germany. Além de palestras com especialistas do Fraunhofer IGB, da TUM e do CTBE, estão previstas apresentações do Instituto Fraunhofer para Engenharia de Processos e Embalagens – IVV, da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e das empresas Fibria, Nitro Química e Solvay.

Na primeira sessão, serão discutidas novas estratégias para a aplicação de biocatalisadores. Isso incluirá processos catalíticos combinados, reações em cascata de enzimas, novas enzimas e processos enzimáticos tolerantes. Ideias e novos conceitos de eletroquímica e catálise, em particular, o desenvolvimento de materiais com atividade catalítica, rotas químicas para processamento de biomassa, química verde e produção de produtos químicos de importância para a indústria a partir de matéria renovável, será o foco da segunda sessão. Já a terceira sessão será realizada pelo escritório regional da TUM, na qual Sören Metz falará sobre as principais oportunidades de financiamento em pesquisa, envolvendo as agências de financiamento alemãs DAAD e DFG, bem como a EMBRAPII e FAPESP.

O evento é gratuito e todas as palestras serão realizadas em inglês. Mais informações e inscrições neste link: http://pages.cnpem.br/wectbe/