Últimas notícias de coronavírus em 15 de maio na região de Campinas

Publicado em 22/05/2020
Por G1, 15/05/2020

Cientistas do Sirius buscam utilizar tecnologia do superlaboratório para entender como o vírus atua nas células humanas. Confira a atualização de casos positivos e mortes pela doença.

 

Secretário Carlos José Barreiro e prefeito Jonas Donizette mostram detalhes do projeto de lei sobre o rodízio de veículos em Campinas — Foto: Reprodução/Facebook

Secretário Carlos José Barreiro e prefeito Jonas Donizette mostram detalhes do projeto de lei sobre o rodízio de veículos em Campinas — Foto: Reprodução/Facebook

A Prefeitura de Campinas (SP) adiou o início do rodízio de veículos, que começaria na próxima segunda-feira (18). A medida foi tomada pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) nesta sexta-feira (15) para poder submeter o projeto à Câmara de Vereadores. O texto deve ser protocolado no Poder Legislativo na segunda, mas ainda será analisado antes de passar por votação.

Segundo a prefeitura, o rodízio tem o objetivo de ampliar o isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus. Outra previsão é a queda de até 50% no número de acidentes, fator que pode aliviar a ocupação dos leitos de hospitais. O horário de vigência foi alterado para das 7h às 19h.

Novos casos

Desde o início da pandemia, a região contabiliza 1.629 casos positivos em 30 municípios da área de cobertura do G1 Campinas. A exceção é Monte Alegre do Sul (SP). Além disso, já foram registradas 82 mortes por Covid-19 em 14 cidades.

Em Brasília (DF), o ministro da Saúde Nelson Teich pediu demissão nesta sexta, antes de completar um mês no cargo.

Atos contra quarentena proibidos pela Justiça

A prefeitura de Campinas obteve na Justiça uma decisão liminar que proíbe manifestações contra a quarentena e as medidas de isolamento social para combater o coronavírus previstas para ocorrer neste fim de semana.

Em sua decisão, o juiz Luis Mario Mori Domingues, da 2ª Vara da Fazenda Pública, autoriza, se necessário, o uso de medidas administrativas e de força policial para impedir aglomerações, e determina multa de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

Dificuldades nas favelas

Um mapeamento da Central Única das Favelas (Cufa) de Campinas (SP) aponta que cerca de 70% das famílias que vivem nas 99 comunidades da cidade sofrem dificuldades financeiras para comprar itens básicos de alimentação e higiene. De acordo com a instituição, a maioria das mães cria sozinha uma média de dois filhos.

Mapeamento da Cufa de Campinas (SP) aponta que cerca de 70% das pessoas que vivem nas comunidades da cidade sofrem com crise da Covid-19. — Foto: Reprodução / EPTV

Mapeamento da Cufa de Campinas (SP) aponta que cerca de 70% das pessoas que vivem nas comunidades da cidade sofrem com crise da Covid-19. — Foto: Reprodução / EPTV

Blitz fecha comércios em Valinhos

Ao menos seis comércios foram fechados no Centro de Valinhos (SP), na manhã desta sexta-feira (15), durante uma blitz da prefeitura contra lojas de serviços não essenciais que estavam funcionando mesmo com a proibição para conter a pandemia do novo coronavírus.

Valinhos tem lojas sem autorização abertas e abuso no preço de álcool em gel

Valinhos tem lojas sem autorização abertas e abuso no preço de álcool em gel

Barreiras sanitárias em Holambra

Holambra (SP) começa a instalar barreiras sanitárias neste sábado (15) nos acessos ao município para evitar a entrada de turistas na cidade e conter o avanço do novo coronavírus. A ação será realizada por policiais municipais e agentes da Vigilância em Saúde que devem coibir eventual desrespeito às regras da quarentena e a aglomeração de pessoas.

Sirius no combate ao novo coronavírus

Os cientistas do superlaboratório Sirius, de Campinas (SP), buscam usar a tecnologia desenvolvida no local para criar imagens inéditas no mundo que podem ajudar na compreensão de como o novo coronavírus (Sars-CoV-2) atua nas células humanas.

A expectativa é que as linhas de pesquisa que tiveram montagens priorizadas durante a pandemia ofereçam à ciência mundial imagens inéditas das interações entre vírus e células humanas permitindo, assim, maior entendimento sobre o Sars-Cov-2 e como enfrentá-lo.

Cateretê: linha que pode ajudar a explicar como o Sars-Cov-2 age dentro da célula humana está em fase avançada de montagem no Sirius, em Campinas (SP) — Foto: Cristiane Duarte/CNPEM

Cateretê: linha que pode ajudar a explicar como o Sars-Cov-2 age dentro da célula humana está em fase avançada de montagem no Sirius, em Campinas (SP) — Foto: Cristiane Duarte/CNPEM

Isso porque não há o entendimento completo do funcionamento do vírus. Para a pesquisadora Daniela Trivella, “descobrir os detalhes finos de como tudo acontece vai ajudar a desenvolver ferramentas adequadas para combatê-lo”.

A esperança da Divisão de Materiais Moles e Biológicos do LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron) é de que as linhas em montagem possam ter feixes de luz ainda neste primeiro semestre, dando início ao processo de comissionamento para uso, de fato, em pesquisas.

Testes no HC da Unicamp

O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp já realizou 1.013 testes para diagnóstico do novo coronavírus desde que foi credenciado para o serviço. As testagens foram feitas em um laboratório que fica dentro da Universidade Estadual de Campinas e começaram no inicio de abril. O município tem 31 mortes provocadas pela Covid-19 e 714 casos confirmados.

De acordo com a unidade médica, dos 1.013 testes realizados, 734 foram descartados, 154 confirmados e ainda tem 120 exames aguardando resultado. O balanço é até terça-feira (12). A capacidade do laboratório é de fazer 300 testes por dia. No entanto, o número de testagem diária no HC está em 45.

Hospital de Campanha

A Rede Mário Gatti, responsável pela gestão do Hospital de Campanha de Campinas (SP), abriu os 36 leitos previstos na primeira fase da unidade nesta sexta-feira (15). De acordo com a prefeitura, as equipes fazem um treinamento durante a manhã e a tarde estará pronto para receber os primeiros pacientes.

11/05: Hospital de campanha de Campinas para atendimento de casos do novo coronavírus tem sistema de filtragem de ar especial. — Foto: Bianca Rosa/EPTV

11/05: Hospital de campanha de Campinas para atendimento de casos do novo coronavírus tem sistema de filtragem de ar especial. — Foto: Bianca Rosa/EPTV

A previsão inicial era que a estrutura entrasse em funcionamento na próxima semana e o motivo da possível antecipação não foi detalhado. Na quarta-feira (13), a empresa responsável pela operação abriu a inscrição para o processo seletivo de 109 profissionais para atuar na unidade.

O Hospital de Campanha de Campinas é exclusivo para tratamento de casos de menor complexidade do novo coronavírus e conta, em um primeiro momento, com três blocos com 12 leitos cada, totalizando 36 vagas na primeira fase. A unidade foi instalada no ginásio da sede da instituição de aprendizagem profissional Patrulheiros, em parceria com a ONG Expedicionários da Saúde, que financiou o projeto.

Coronavírus, Sars-Cov-2, lockdown: entenda os principais termos da pandemia

Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19

Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1