Status do Projeto Sirius

Publicado em 29/07/2020
Assessoria de Comunicação em 29/07/2020

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), destaca que os primeiros experimentos realizados na estação de pesquisa MANACÁ, do Projeto Sirius, fazem parte de um esforço do CNPEM para disponibilizar uma ferramenta de ponta à comunidade científica brasileira dedicada a pesquisas com SARS-CoV-2.

No entanto, este fato não caracteriza a inauguração oficial do Projeto e, sim, uma resposta emergencial do Centro à pandemia, apoiada pelo MCTI.

Neste chamado excepcional, a primeira estação experimental do Sirius atenderá apenas propostas de pesquisa que investigam aspectos moleculares e estruturais ligados à biologia do SARS-CoV-2. A expectativa é que os pesquisadores acessem a infraestrutura a partir da segunda quinzena de agosto, com o objetivo de obter dados inéditos relacionados à doença.

As primeiras propostas de grupos de pesquisa do Brasil foram recebidas e estão em avaliação pelo comitê científico do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), já experimentos de cientistas de outros países estão limitados pelas condições de viagem impostas pela pandemia. A infraestrutura também será utilizada por pesquisadores do CNPEM para a realização de experimentos no âmbito da Rede Vírus MCTI.

O CNPEM espera, em breve, disponibilizar a estação de pesquisa MANACÁ para pesquisadores de todo País que atuam com cristalografia de macromoléculas biológicas para além do tema COVID-19, a depender da situação sanitária.

Outros importantes marcos do Projeto Sirius estão programados ainda para o segundo semestre de 2020. Em breve, deve ser aberta a estação de pesquisa chamada CATERETÊ, que também teve a montagem priorizada para apoiar as pesquisas com COVID-19. Além desta, até o final do ano outras quatro estações experimentais devem começar a operar, na chamada fase de comissionamento científico.

Assessoria de Comunicação do CNPEM &

Assessoria de Comunicação do MCTI