Desafio

Os papeis, em geral, são revestidos com uma camada que lhes confere propriedades adequadas às suas finalidades. Apesar de ser um material reciclável, um papel pode não ser biodegradável, a depender do seu recobrimento. Com o aumento da busca por produtos com maior responsabilidade ecológica, minimizando o impacto gerado ao meio ambiente, produtos à base de papel revestido serão mais competitivos se revestidos com filme que ofereça as resistências necessárias, mantendo a biodegradabilidade do papel e, em especial, com componentes de origem renovável.

Revestimento sustentável para papéis

Confere barreira a óleo, gorduras, umidade e oxigênio. Em conformidade com as necessidades urgentes em relação ao meio ambiente, o CNPEM desenvolveu uma composição para revestimento de papel compreendendo uma ou múltiplas camadas, baseada em celulose micro ou nanofibriladas. A composição pode trazer vantagens, em especial, ao setor de embalagens, incluindo refis de produtos, e artigos descartáveis como copos, canudos e caixas para alimentos, conferindo-lhes barreira a óleos, gorduras, umidade e oxigênio.

Diferenciais da tecnologia

  • Mantém a biodegradabilidade dos artigos de papel;
  • Mantém a possibilidade de reciclagem do papel;
  • Acabamento sensorial adequado;
  • Apelo verde;
  • Antimicrobiano.

Escala de desenvolvimento

TRL 4
Validação de componentes
em ambiente de laboratório

Propriedade intelectual

CNPEM
BR 10 2022 024889-3
Juliana Bernardes, Daiane Silva, Bruna Massucato, Rubia Gouveia

Dúvidas e licenciamento

ID da tecnologia: PI146
inovacao@cnpem.br
19 3512-1174

Objetivos do
Desenvolvimento
Sustentável