Publicado em 21/07/2021

Mario Murakami, diretor científico do LNBR/CNPEM, integra lista de cientistas selecionados e é o único latino-americano da categoria

O pesquisador Mario Murakami, do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) – organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), é um dos finalistas do Prêmio Science Breakthrough of the Year, promovido pela Falling Walls Foundation (FWF), instituto alemão de promoção da ciência com sede em Berlin. Murakami, que é diretor científico do Laboratório Nacional de Biorrenováveis (LNBR), concorre na categoria Life Sciences (Ciências da Vida).

A pesquisa apresentada ao Falling Walls demonstra como o CNPEM tem empregado a elucidação molecular associada à engenharia metabólica e biologia sintética para o desenho racional de sistemas biológicos (enzimas e microrganismos). “Esse projeto sinaliza nossa agenda que busca promover o desenvolvimento sustentável na indústria e na produção de energia”, explica Mario Murakami.

Quebras de paradigma na biocatálise e no desenvolvimento de biofábricas celulares, que também integram o projeto submetido ao Prêmio, foram recentemente realizadas por um time interdisciplinar de pesquisadores do CNPEM. “Acreditamos que essas inovações podem acelerar a transição para uma economia circular alinhada com os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU”, avalia o pesquisador.

Não é a primeira vez que o CNPEM concorre ao Falling Walls. Em 2020, durante a edição dedicada exclusivamente a cientistas brasileiros, o Centro foi representado pela pesquisadora Mariana Moraes. Moraes obteve a segunda colocação na competição brasileira ao propor, por meio de simulações computacionais quânticas, o estudo de cada etapa de uma reação enzimática. Segundo o projeto, esse levantamento poderia promover a criação de enzimas com novas funções para serem aplicadas na indústria. Essas enzimas, informou Moraes, poderiam substituir substâncias químicas altamente tóxicas ao meio ambiente.

As próximas etapas incluem, a partir de agosto, a seleção de dez vencedores entre os 30 finalistas da categoria Life Sciences. Os selecionados gravarão um vídeo de até cinco minutos descrevendo com mais profundidade o projeto submetido ao prêmio. Finalmente, um júri de especialistas decidirá o nome do vencedor que receberá o título Breakthrough of the Year 2021. O grande vencedor fará a apresentação do trabalho vencedor em Berlin no dia 9 de novembro. A relação completa de finalistas de todas as categorias pode ser conferida no site oficial da Fundação.

Sobre o CNPEM

Ambiente de pesquisa e desenvolvimento sofisticado e efervescente, único no País e presente em poucos polos científicos no mundo, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI). O Centro é constituído por quatro Laboratórios Nacionais e é berço do mais complexo projeto da ciência brasileira – o Sirius – uma das mais avançadas fontes de luz síncrotron do mundo. O CNPEM reúne equipes multitemáticas altamente especializadas, infraestruturas laboratoriais mundialmente competitivas e abertas à comunidade científica, linhas de pesquisa em áreas estratégicas, projetos inovadores em parcerias com o setor produtivo e ações de treinamento para pesquisadores e estudantes.

O Centro constitui um ambiente movido pela busca de soluções com impacto nas áreas de Saúde, Energia, Meio Ambiente, Novos Materiais, entre outras. As competências singulares e complementares presentes no CNPEM impulsionam pesquisas e desenvolvimentos inovadores nas áreas de luz síncrotron; engenharia de aceleradores; descoberta de novos medicamentos, inclusive a partir de espécies vegetais da biodiversidade brasileira; mecanismos moleculares envolvidos no início e progressão do câncer; doenças cardíacas e neurodesenvolvimento; nanopartículas funcionalizadas para combater bactérias, vírus, câncer; novos sensores e dispositivos nanoestruturados para os setores de petróleo e gás e saúde; soluções biotecnológicas para o desenvolvimento sustentável de biocombustíveis avançados, bioquímicos e biomateriais.