Parceria Brasil-Alemanha define 11 projetos sustentáveis

Publicado em 28/11/2012

Portal MCTI, em 27/11/2012

Representante do governo alemão, Veronika Deppe, falou sobre próximos passos para concretização do BioInnovation Hub

No segundo e último dia do German – Brazilian Partnering Event on the Way to a BioInnovation Hub (Encontro da Parceria Germano-Brasileira no Caminho para um Centro de Bioinovação), representantes dos dois governos e de comunidades científicas e empresariais definiram 11 projetos que utilizam a biomassa como matriz energética. O evento foi promovido pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

As iniciativas estão relacionadas ao desenvolvimento de bioprodutos e de bioenergia com base em plantas oleaginosas e de resíduos da indústria canavieira, além de estudos genômicos (conhecimento da sequência genética) visando ao beneficiamento da produção e do processamento da cana-de-açúcar. Também serão desenvolvidas pesquisas para reutilização de descartes líquidos provenientes de biorrefinarias, além da criação de um plano estratégico para administração sustentável da biomassa brasileira.

Todas essas propostas – resultantes de três workshops realizados durante o evento – serão consolidadas em documentos técnicos contendo a identificação de mecanismos de financiamento, em novo encontro no dia 7 de dezembro, em local a ser definido. O edital de financiamento alemão já está aberto e as propostas poderão ser submetidas até 13 de fevereiro de 2013.

“Esperamos que esses projetos sejam submetidos ao programa de financiamento criado pelo nosso Ministério de Educação e Pesquisa para apoiar trabalhos colaborativos internacionais voltados à bioeconomia”, disse a representante do governo alemão, Veronika Deppe, sobre os próximos passos para a concretização do centro de bioinovação.

“A área de cooperação internacional do MCTI também está muito interessada em ter um projeto bilateral com a Alemanha”, afirmou a analista sênior de Ciência e Tecnologia do ministério Maria Cordélia Soares Machado.

Economia verde

Brasil e Alemanha estão unindo esforços para desenvolver projetos colaborativos para criar o centro voltado à economia verde. A iniciativa alemã integra o projeto Estratégia Nacional de Pesquisa em Bioeconomia 2030, criado em 2010 com o objetivo de estimular a mudança da economia baseada no petróleo pela biomassa. O interesse pelo Brasil decorre da experiência do país na produção e na conversão de biomassa.

As ações para estabelecimento dessa parceria foram iniciadas em 2011 em uma conferência organizada por representantes do agronegócio e das câmaras de comércio dos dois países, na qual surgiu a ideia do bioinnovation hub.  Em agosto de 2012, uma delegação alemã veio ao Brasil prospectar empresas e instituições parceiras para a consolidação desse centro. Nessa ocasião, o CNPEM se comprometeu em realizar, juntamente com parceiros alemães, um novo evento para concretizar projetos colaborativos entre os dois países.

O evento teve o apoio do Ministério de Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF), do MCTI, do CNPEM, do Cluster Industrielle Biotechnologie (Clib2021) e do Centro Alemão de Ciência e Inovação de São Paulo (DWIH-SP).

Texto: Ascom do CNPEM

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone