Especialistas e indústria discutem avanços da nanotecnologia em simpósio da SAE BRASIL

Publicado em 05/06/2012

Agregario.com, em 04/06/2012

Grandes especialistas, cientistas e a indústria debatem nesta segunda-feira (4) como devem ser aplicados os mais novos avanços em nanotecnologia na indústria automotiva. O Simpósio SAE BRASIL de Novos Materiais e Nanotecnologia, que acontece no Centro de Convenções Milenium, na Vila Mariana, SP, discute temas que irão transformar e mudar muitas coisas em nosso mercado da mobilidade.

Promovido pela Seção São Paulo da SAE BRASIL, o simpósio tem como tema central os “Segredos na seleção de materiais dos novos projetos na indústria da mobilidade”.

O primeiro painel, das “Universidades, Institutos de Pesquisa e rgãos Governamentais”, mostrou como estão o desenvolvimento e as pesquisas em nanotecnologia nos principais centros do Brasil, e o que é preciso ser feito para que os investimentos brasileiros sejam mais altos nesse mercado. Professores de instituições, como UFRJ, LN Nanotecnologia, EMBRAPII e IQUSP discutiram e mostraram o que suas universidades estão estudando nesse mercado.

Segundo o professor Fernando Gallembeck, diretor do LN Nanotecnologia e professor titular da Unicamp, a indústria automotiva é um grande case para o estudo da nanotecnologia, mas ainda há muitos gargalos a serem superados como o custo da produção, a preparação de nanomateriais e a aceitação do mercado. “Se conseguirmos controlar esses gargalos seremos capazes de ganhar essa concorrência e com isso teremos mais competitividade no mercado”, comentou.

No painel seguinte, “Materiais Metálicos”, profissionais de empresas do segmento mostraram os novos materiais metálicos utilizados na indústria da mobilidade e quais os benefícios que trazem e trarão ao mercado. Foi possível conhecer o que está sendo feito na metalurgia do pó, no uso de aços compostos e na indústria de barras metálica, como uma viga inflável que simula o efeito de um air bag e não se rompe em caso de colisão.

No painel “Materiais Poliméricos e Compósitos com Nanotecnologia”, os palestrantes mostraram a eficiência de um tratamento desenvolvido por uma empresa alemã que evita o aparecimento de ferrugem que já é usado em componentes e carros de marcas como BMW, a utilização de um nanoselante que, por não conter solventes em sua fórmula, não permite vazamentos e muito menos deformação, e ainda pode ser aplicado na indústria de blindagem. Além disso, vimos como está o uso de materiais compósitos na indústria aeronáutica.

Os próximos painéis são: “Novos materiais para autopeças”, em que os palestrantes mostrarão a possibilidade de construir componentes já existentes nos automóveis, porém com materiais que ajudarão na redução de peso, custos e melhoria da durabilidade. Outro painel – “Lideranças da indústria e das instituições” – trará os executivos de centros de pesquisas, engenharia e suprimentos das montadoras com o objetivo de proporcionar uma discussão para que estas áreas encontrem um caminho viável para a construção de produtos mais confiáveis, com materiais de última geração e a custos menores.

Para complementar o simpósio, amanhã, dia 5, a SAE BRASIL fará uma visita técnica ao Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), o maior complexo de pesquisas do Hemisfério Sul, mantido pelo governo federal e sediado em Campinas, SP. Os participantes irão conhecer os Laboratórios Nacionais de Nanotecnologia (LNN), Bioetanol, Biociências e de Luz Síncrotron (LNLS), com o acelerador de partículas e ver na prática tudo o que foi apresentado no primeiro dia de simpósio. “Essa visita será muito interessante, pois conhecer os tipos de equipamentos utilizados nas pesquisas ajuda a entender como realmente funciona o desenvolvimento da Nanotecnologia. Além disso, é importante saber o que já foi feito, o que está sendo realizado e o que será desenvolvido no futuro”, explica Ricardo Takeo Kuwabara, chairman do simpósio.

Confira a programação:

7h – Credenciamento

7h50 – Abertura com Alberto Rejman diretor da Seção Regional São Paulo da SAE BRASIL

Painel universidades, institutos de pesquisas e órgãos do governo

8h – Palestra: “Ensino e resultado de pesquisas da Engenharia de Materiais em universidades brasileiras e institutos”, com a professora Renata Simão (UFRJ).

8h20 – Palestra: “Os recursos do LNN para a indústria brasileira”, com o professor Fernando Galembeck (LNNano).

8h40 – Palestra: “Institutos de pesquisa para a competitividade da industria”, com o professor Jefferson Gomes (EMBRAPII)

9h – Palestra: “Nanomateriais para a industria automotiva”, com o professor Koiti Araki (IQUSP).

9h40 – Perguntas e respostas: coordenação de Alexandre Barros (Ford)

Painel Materiais Metálicos

Tema: Novos materiais metálicos para a indústria da mobilidade.

10h10 – Palestra: “Desenvolvimentos de materiais sinterizados para a indústria da mobilidade”, com Henrique Lopes da Höganäs; e José Correa Neto da Mahle-Miba.

10h30 – Palestra: “Inflatable side impact beams in martensitic steel”, com Peter Alm, da SSAB Sweden.

10h50 – Palestra: “Aços compostos de última geração”, com André Sereno Lopes da Brasmetal Waelzholz.

11h10 – Perguntas e respostas: coordenação de José Luís Albertin (Hyuma).

Painel de Materiais Poliméricos e Compósitos com Nanotecnologia

Tema: Materiais poliméricos, resinas, compósitos e coberturas.

11h30 – Palestra: “Innovative Coatings for Automotive Applications based on Nano-X-Technologies” com dr. Stefan Sepeur da NANO-X GmbH da Alemanha.

11h50 – Palestra: “Aplicação de materiais compósitos na indústria aeronáutica”, com Fabiano Lobato e Luiz E. Rimoldi da Embraer.

12h10 – Palestra: “Uso de nanoselantes para a blindagem de veículos”, com Flávio Reina da Truffi Blindagens e Wang Chen da Adespec.

12h30 – Perguntas e respostas: coordenação de Ricardo Takeo Kuwabara (Keldak)

Painel Novos Materiais para Autopeças

Tema: Novos materiais alternativos desenvolvidos para veículos ‘Made in Brazil’

14h20 – Palestra: “Desenvolvimento de tanques de combustível metálicos com recobrimentos desenvolvidos por nanotecnologia”, com Marley de Souza Lemos da Aethra.

14h40 – Palestra: “Montagem de fiações elétricas 100% em alumínio de veículo”, com Antonio Rosati da Delphi.

15h – Palestra: “Tanque de combustível em alumínio”, com Rodrigo Santos da Bruning Tecnometal.

15h20 – Perguntas e respostas: coordenação de Marco Colosio da General Motors.

16h10 – Painel debate das lideranças de engenharia e suprimentos das montadoras

Tema: Como acelerar a introdução das novas tecnologias na produção, casos de sucesso, desafios e oportunidades.

Embraer: Luciano Pedrote – Engenharia

GM: Cláudio Bello Suprimentos

Luciano Santos – Engenharia Experimental

FAPESP: professor Sérgio Queiroz

LLNANO: professor Fernando Galembeck

Mercedes Benz: Luiz Augusto Soares – Engenharia

Mauro Paraíso – Logística

Coordenação: Guilherme Sortino da FAAP.

18h10 – Encerramento e comentários finais

“Palestra Novos materiais e nanotecnologia na indústria da mobilidade” com Ricardo Takero Kuwabara, chairman do Simpósio.

05/06 – Visita técnica ao Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone