Equipe do LNBio conhece laboratório da Braskem

Publicado em 14/09/2010
Assessoria de Comunicação, em 14/09/2010

No dia 2 de setembro, 27 profissionais do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) estiveram na unidade da Braskem em Paulínia-SP. O grupo teve acesso à sala de controle operacional e ao laboratório, que realiza três mil análises de qualidade de amostras por mês e é referência para toda a empresa em automatização, ergonomia e sustentabilidade.

O sistema customizado de exaustão em capelas, o mobiliário planejado e o transporte pneumático de amostras (que viajam até o laboratório por mais de 400m de tubos em 1 minuto dentro de uma cápsula) chamaram a atenção da equipe do LNBio. A pesquisadora Ana Carolina Zeri, da equipe do LNBio, destaca ainda a organização dos ambientes, limpeza, otimização de recursos humanos, além da atenção com procedimentos de segurança e com a qualidade de vida dos funcionários.

A unidade tem capacidade instalada de 350 mil toneladas de polipropileno por ano e funciona 24h há dois anos e meio. Índices de emissão de efluentes, resíduos, consumo de água e energia são monitorados diariamente a fim de atingir metas de redução de impactos ambientais.

Acompanhados pelo engenheiro de processos Edmar Faleiros, os visitantes receberam instruções de segurança, foram recepcionados pelo gerente da planta, Eduardo Carnaúba e pelo coordenador do laboratório, Domingos Bonoto, responsável pelo projeto e implantação de toda a estrutura e equipamentos.

A atividade dirigida a pesquisadores, técnicos e estudantes bolsistas foi a primeira do Ciclo de Visitas a Empresas Parceiras, uma iniciativa do Setor de Inovação do LNBio com o objetivo de difundir a cultura de inovação tecnológica e empreendedorismo das indústrias que desenvolvem pesquisas em parceria com o LNBio.

A petroquímica nacional Braskem é líder das Américas no setor e oitava maior do mundo. O investimento em autonomia tecnológica integra a estratégia da empresa, que conta com 23 laboratórios, cerca de 200 cientistas, sete plantas piloto e 260 patentes depositadas.

Com o objetivo de diversificar seus negócios, a Braskem firmou parceria com o LNBio para pesquisas em polímeros verdes, obtidos a partir de fontes renováveis de matéria-prima. A inauguração das novas instalações da Braskem no LNBio e a assinatura do convênio aconteceram em 1 de setembro, com a presença do ministro de Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone