Edital Capes/CNPEM distribui bolsas para Pesquisador Visitante Sênior e Pós-doutorando

Publicado em 15/05/2013
Assessoria de Comunicação em 15/05/2013

Estimular a pesquisa científica e tecnológica nas áreas de biotecnologia, luz Síncrotron, bioenergia e nanotecnologia. Este é o objetivo do edital Capes/CNPEM que prevê a distribuição de 10 bolsas na modalidade Pesquisador Visitante Sênior e 15 na de Pós-doutorado. Os projetos aprovados serão desenvolvidos nos Laboratórios Nacionais que integram o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas-SP.

As bolsas oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) possuem vigência de até 48 meses para Pesquisador Visitante Sênior e de até 36 meses para Pós-doutorando, com valor mensal de R$ 8.905,42 e R$ 4.100,00, respectivamente. O CNPEM vai financiar o custeio de passagens, taxa de bancada (para pós-doutorandos), alimentação e seguro saúde dos beneficiados. O edital está aberto para a submissão de propostas. Mais informações podem ser acessadas no link: www.capes.gov.br/editais/abertos/6261-capescnpem

O edital exige do candidato à bolsa de Pesquisador Visitante Sênior o título de doutor há, no mínimo, 10 anos, além de destacada produção científica na respectiva área. Para pós-doutorado, o proponente deve ter finalizado o curso de doutorado há, no máximo, cinco anos. Os projetos submetidos serão avaliados por uma área técnica da Capes e por um comitê científico instituído para essa atividade.

A cerimônia de anúncio do edital, ocorrida no campus do CNPEM no início desse mês, contou com a presença de Jorge Almeida Guimarães, presidente da Capes. Guimarães explicou que o edital anunciado é uma ação contemplada no Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2011-2020. “Nosso plano prevê mais processos indutivos, somados aos de balcão que continuam existindo. Por isso, estamos formalizando acordos dessa categoria com diversas instituições renomadas de pesquisa, como Fiocruz, ITA, Inmetro e IMPA”, informa o presidente da Capes.

Guimarães também reforçou a importância do CNPEM publicar uma chamada internacional para atrair interessados às vagas desse edital. “Se publicar na Science chove candidato. Teve instituto que fez isso e apareceram mais de 100 interessados”, conta Guimarães.

O diretor-geral do CNPEM, Carlos Aragão de Carvalho, lembra que a parceria firmada com a Capes é um marco para o Centro e será de grande valia ao longo da construção e início das pesquisas de Sirius, a nova fonte de luz Síncrotron brasileira.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone