CTBE abrirá cinco novas instalações a usuários externos em 2015

União dos Produtores de Bioenergia, em 07/04/15

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) abrirá cinco novas instalações de pesquisa e desenvolvimento tecnológico para usuários externos do Brasil e do exterior em 2015. Desde o início desse ano, os seguintes laboratórios já recebem propostas de pesquisa via Portal de Usuários do CNPEM: Metabolômica, Sequenciamento de Ácidos Nucleicos em Larga Escala, Análises de Macromoléculas e Desenvolvimento de Bioprocessos. Além deles, a Biorrefinaria Virtual de Cana-de-açúcar (BVC) estará disponível à comunidade científica a partir do segundo semestre.

Essas facilities se somam à Planta Piloto para Desenvolvimento de Processos (PPDP) e aos Laboratórios de Desenvolvimento de Processos que executam pesquisas de equipes externas ao CTBE desde 2014.

A coordenadora de planejamento e avaliação do CTBE, Maria Juliana Calderan Rodrigues, explica que essa ação contribui para consolidar o CTBE como laboratório nacional de renome na área de bioenergia. “Oficializamos a abertura dessas instalações a usuários externos por se tratar de espaços científicos que abrigam equipamentos de pesquisa sofisticados, como sequenciadores de DNA e cromatógrafos, e que já tinham uma alta procura pela comunidade”, explica Rodrigues. A ação também contribui para o cumprimento das metas de pesquisa acordadas pelo CNPEM, via contrato de gestão, junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Novas instalações de P&D abertas à comunidade de pesquisa

As novas instalações do CTBE abertas à pesquisa externa operam em fluxo contínuo de submissão de propostas ao longo do ano. Para submeter uma pesquisa, o profissional interessado deve possuir doutorado completo e cadastrar as informações solicitadas no Portal de Usuários do CNPEM. Toda proposta tem a sua viabilidade de execução e relevância avaliada por um comitê do CTBE destacado para essa função.

Conheça abaixo as principais características das instalações de pesquisa do CTBE disponíveis a usuários externos:

Laboratório de Metabolômica – analisa a composição química de células, com o intuito de obter uma visão geral das funções celulares, uma vez quereflete diretamente o seu estado fisiológico. É considerada uma ferramenta poderosa por sua capacidade de caracterizar e diferenciar genótipos e fenótipos.

Laboratorio de Sequenciamento de Ácidos Nucleicos em Larga Escala – dois sofisticados sequenciadores, um HiSeq 2500 e um MiSeq, estão disponíveis.

Laboratórios de Desenvolvimento de Bioprocessos – realizam processos de biotransformação baseados em microrganismos ou enzimas e de recuperação de biomoléculas da escala micro até a laboratorial. Seu foco principal de pesquisa é o desenvolvimento de processos de produção de etanol (primeira e segunda geração), blocos químicos e outros metabólitos de interesse industrial a partir da cana-de-açúcar.

Laboratório de Análises de Macromolécula – dedica-se à caracterização bioquímica e biofísica de macromoléculas, relacionadas, principalmente à hidrólise de biomassas vegetais e à cadeia de produção de biocombustíveis.

Biorrefinaria Virtual de Cana-de-açúcar (BVC) – trata-se de uma ferramenta de simulação computacional que possibilita avaliar tecnicamente a integração de novas tecnologias na cadeia produtiva de cana, nos três eixos da sustentabilidade: econômico, ambiental e social.

As novas instalações se somam às abertas em 2014, que são:

Laboratórios de Desenvolvimento de Processos – são equipados com reatores capazes de processar a biomassa lignocelulósica e seus derivados para a conversão em etanolcelulósico, intermediários químicos e outros produtos. Uma ampla gama de processos físico-químicos são estudados, com vistas à validação de processos e ao desenvolvimento de novas rotas com perspectivas de transferência de tecnologias.

Planta Piloto para Desenvolvimento de Processos – é utilizada para verificar e demonstrar, em escala semi-industrial (300 litros), robustez e estabilidade de rotas tecnológicas de produção de etanol e outros compostos derivados de biomassa.

Repercussão: BrasilAgro e Labnetwork

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone