Ciência e Tecnologia: Cuba mira o Brasil

Publicado em 23/06/2009
Comitiva cubana visita CTBE e demais Centros Associados à ABTLuS em busca de parcerias em C&T

Assessoria de Comunicação, em 23/06/2009

Os Centros Associados à Associação Brasileira de Tecnologia Luz Síncrotron (ABTLuS) receberam nesta segunda-feira (22/06) a visita de uma delegação cubana composta por representantes do governo e empresários. Os visitantes vieram ao nosso país conhecer como os principais centros de pesquisas e empresas de tecnologia são gerenciados, além de prospectar negócios em áreas como informática, comunicações e energia.

A comitiva foi recepcionada pelo diretor da ABTLuS, Michal Gartenkraut, e pelo diretor do Centro de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), Marco Aurélio Pinheiro Lima. Entre outros tópicos, foi apresentado aos cubanos o conceito de operação de centros de pesquisa recentemente implantado na ABTLuS. Desde maio deste ano a instituição atua como uma “holding” científica que administra três diferentes centros no seu campus em Campinas, São Paulo. Cada centro possui diretoria, recursos e objetivos independentes, mas usufruem das mesmas soluções administrativas e de infra-estrutura providas pela Organização Social que os opera. Além destes atrativos, a proximidade entre os Centros Associados também permite promissoras colaborações científicas.

Na seqüência, foi apresentado a estrutura e os programas de pesquisa do Centro Associado à ABTLuS dedicado ao etanol extraído de uma planta bastante utilizada em Cuba: a cana-de-açúcar. A partir do ano que vem, quando suas instalações estiverem prontas, o CTBE vai trabalhar no aprofundamento de questões científicas e tecnológicas referentes ao etanol brasileiro, como o desenvolvimento de tecnologias que permitirão o aumento de produtividade sem expandir a área atual de cana plantada. Após as apresentações, a delegação cubana partiu para visitar a Fonte de Luz Síncrotron, a primeira construída no Hemisfério Sul e, até hoje, a única da América Latina.

A viabilização de cooperações científicas entre a ABTLuS e a comunidade científica cubana foi um assunto que os visitantes trouxeram a tona em vários momentos. “Sabemos que o Brasil é um dos poucos países da América Latina que possui um bom programa de desenvolvimento tecnológico. Gostaríamos de saber como Cuba poderia usufruir de facilidades como as que vemos aqui?”, questionou o vice-ministro do Ministério de Informática e Comunicações de Cuba Alberto Rodrigues Arufe.

A resposta a essa pergunta é que pesquisadores de todo o mundo podem submeter propostas de pesquisas para o LNLS, o CTBE (com operação prevista para 2010) e para o Centro de Biologia Molecular Estrutural (CeBiME), que atua principalmente na elucidação das estruturas 3D de proteínas. Uma vez que a proposta seja aprovada por um comitê externo às instituições, o pesquisador pode utilizar toda a infra-estrutura dos laboratórios e realizar seus experimentos de forma gratuita, observando apenas que o resultado da pesquisa seja público, retornando para a sociedade o investimento feito. Formas de cooperação com o setor industrial também são possíveis.

Interesse cubano

Esta não é a primeira vez no ano que representantes do governo de Cuba visitam os Centros Associados à ABTLuS. Em março, o vice-ministro da Educação Superior daquele país, Eduardo Cruz González, esteve por aqui. Assim como ele, membros de instituições públicas e privadas de países como Alemanha, África do Sul, França e Peru, integram a lista dos que já passaram pela instituição nos últimos meses. Sendo um dos defensores da criação do LNLS e tendo visitado o Laboratório em 1990, o Prêmio Nobel de Física Carlo Rubbia voltou ao Síncrotron brasileiro em junho deste ano. Na oportunidade foram apresentadas as atividades dos outros centros, em especial às ligadas ao bioetanol.

Agendamento de visitas

Os Centros Associados à ABTLuS recebem regularmente visitas de grupos de estudantes às terças-feiras. Visitas especiais (de missões científicas ou econômicas) podem ser agendadas para qualquer dia da semana. O e-mail para agendamento écomunicacao@abtlus.org.br.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone