CeBiME abre vagas em biologia molecular, proteômica e bioquímica de proteínas

Publicado em 05/08/2009

05/08/2009 – Portal MCT

O Centro de Biologia Molecular Estrutural (CeBiME) abriu processo seletivo para diversos cargos nas áreas de biologia molecular, proteômica e bioquímica de proteínas. As vagas são para Campinas (SP) e currículo de interessados serão recebidos até o dia 15. Confira as colocações:

O Laboratório de Biologia Molecular (LBM) contrata técnico de desenvolvimento especializado para sistema de expressão de proteínas recombinantes em células de inseto e de mamíferos e caracterização funcional de proteínas. O candidato deve ter formação superior em biologia ou áreas afins. É desejável mestrado ou doutorado em biologia molecular, biologia celular, bioquímica ou área relacionada, bem como experiência nas atividades citadas, além de conhecimento em inglês técnico. Currículo e pretensão salarial para devem ser enviados para desenvolvimento.especializado0909@cebime.org.br.

O LBM também procura técnico de nível superior para atividades técnicas na área de biologia, incluindo cultivo, transformação e propagação de material vegetal, amplificação de DNA, clonagem, análise de DNA, RNA e proteínas. É imprescindível ter formação superior em biologia ou áreas afins. Experiência com cultura de tecido, transformação de plantas, genética e bioquímica são desejáveis, assim como inglês intermediário. Currículo e pretensão salarial podem ser enviados para tec.superior0709@cebime.org.br.

Já o Laboratório de Proteômica (LPR) oferece vaga de técnico de nível superior para  atuar na área de proteômica/espectrometria de massas. Entre os requisitos estão formação superior em biologia, química ou áreas afins, com mestrado ou doutorado em química, bioquímica, biologia ou áreas correlatas. É desejável experiência/conhecimento em cromatografia líquida, eletroforese, espectrometria de massas e/ou ferramentas de bioinformática, além de conhecimentos de inglês técnico. Os documentos devem ser enviados  para: tec.laboratorio0509@cebime.org.br

Há também vaga de técnico de nível superior no Laboratório de Cristalografia e Espectroscopia de Biomoléculas (CEB) para atividades na área de biologia molecular e bioquímica. A vaga exige formação superior em ciências biológicas ou áreas correlatas e mestrado ou doutorado em biologia molecular, bioquímica ou áreas afins. É imprescindível experiência em técnicas de clonagem, expressão e purificação de proteínas, assim como bom nível de inglês instrumental. E-mails para tec.laboratorio0609@cebime.org.br

O CEB recruta ainda técnico de laboratório para atividades em cristalização de macromoléculas. O funcionário será responsável pela operação de equipamentos destinados à preparação de soluções e placas de cristalização. Entre os requisitos estão formação técnica em bioquímica ou áreas correlatas e inglês técnico. É desejável que o candidato já tenha realizado estágio/trabalho com proteínas. E-mails para: tec.laboratorio0809@cebime.org.br

Gestor
A Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS), que opera o CeBiME para o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), também está com uma vaga aberta para gestor de desenvolvimento e inovação. Entre as funções do cargo está executar atividades relacionadas à gestão de projetos voltados à inovação tecnológica. Candidatos devem ter sólida e comprovada experiência em Gestão de Inovação, Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia e Financiamento à Inovação, além de formação superior completa com mestrado ou doutorado em Gestão Tecnológica. Inglês fluente é desejável. Os interessados devem enviar currículo e pretensão salarial para gerente.projetos0409@abtlus.org.br

CeBiME e ABTLuS
Desde sua criação, em 1999, as instalações e o pessoal do CeBiME dedicam-se à elucidação da estrutura e função de macromoléculas, como as proteínas. Até maio último, o CeBiME era um centro vinculado ao Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS/MCT). Agora autônomo, ele expande suas atividades. O centro tem laboratórios de cristalografia, de ressonância magnética nuclear, espectroscopia, biologia molecular, calorimetria e espectrometria de massas.

O Centro atua dentro do conceito de “laboratório nacional”, estando suas instalações abertas a pesquisadores tanto da academia, quanto da indústria.

A ABTLuS foi qualificada como Organização Social em 1997. Desde 1998, ela é responsável por operar o LNLS. Hoje, opera também o CeBiME e o Centro de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) para o MCT e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), mediante um Contrato de Gestão.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone