Sociedade Brasileira de Química empossa novos dirigentes

Publicado em 11/06/2014
Agência Fapesp 11/06/2014

 

A Sociedade Brasileira de Química (SBQ) empossou sua nova diretoria e conselho consultivo para o biênio 2014-2016 durante a 37ª Reunião Anual da SBQ, realizada em Natal (RN).

O novo presidente é Adriano Defini Andricopulo, professor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP) e um dos pesquisadores principais do Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) apoiados pela FAPESP.

Na cerimônia de posse, ocorrida em 29 de maio, ele disse que as sociedades científicas têm um papel de importância cada vez maior no cenário político, social e econômico no país. “Elas são os agentes qualificados para contribuir com as discussões sobre educação e pesquisa em todos os níveis e sobre questões fundamentais para o nosso país e para o mundo no domínio da ciência, tecnologia e inovação, entre outros temas relevantes para a nossa sociedade”, afirmou.

Da nova diretoria também tomaram posse Aldo José Gorgatti Zarbin, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), como presidente sucessor; e Luiz Henrique Catalani, do Instituto de Química (IQ) da USP, vice-presidente. Catalani é pesquisador responsável por um Projeto Temático apoiado pela FAPESP.

Integram ainda a diretoria o secretário geral Luiz Fernando da Silva Júnior, do IQ-USP, pesquisador responsável por dois projetos na modalidade auxílio regular com apoio da FAPESP; a tesoureira Rossimiriam Pereira de Freitas, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); o secretário adjunto Silvio do Desterro Cunha, da Universidade Federal da Bahia (UFBA); e o tesoureiro adjunto José Daniel Figueroa Villar, do Instituto Militar de Engenharia (IME).

Para o conselho consultivo, que assessora a diretoria, foram eleitos seis integrantes, aos quais se soma, pelo estatuto, o presidente do biênio anterior, Vitor Francisco Ferreira, da Universidade Federal Fluminense (UFF): Maria Domingues Vargas, também da UFF; Fernando Galembeck, professor do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), coordenador do Instituto Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação em Materiais Complexos Funcionais (Inomat) e diretor do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNANO), do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM); Vanderlan da Silva Bolzani, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Araraquara e membro da coordenação do Programa FAPESP de Pesquisas em Caracterização, Conservação, Restauração e Uso Sustentável da Biodiversidade (BIOTA-FAPESP); Marília Fonseca Goulart, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal); Hans Viertler, da USP; e Antonio Luiz Braga, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Entre os desafios que a nova gestão tem à frente está a preparação para o Congresso Mundial de Química da União Internacional de Química Pura e Aplicada (Iupac, na sigla em inglês), que será realizado pela primeira vez na América do Sul, no 40º aniversário da SBQ, em 2017, na cidade de São Paulo (SP).

Mais informações em: www.sbq.org.br.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone