Cresce demanda por técnicas em nanotecnologia

Publicado em 11/01/2012

Jornal da Ciência, em  11/01/2012

A nanotecnologia começa a ganhar importância no País nos últimos anos. Prova disso está no aumento do número de candidatos inscritos nas quatro edições do Curso Teórico-Prático de Microscopia Eletrônica de Transmissão realizada pelo Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), em Campinas. Na primeira edição do curso, em 2007, 92 candidatos disputaram as vagas oferecidas. Esse número se manteve estável em 2008, cresceu 30% em 2010 e saltou para 219 inscritos em 2012, num crescimento de 138%. “Isso mostra que essa área tem crescente relevância nacional”, afirmou Carlos Aberto Aragão, diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), que abriga o LNNano.

O curso, realizado entre os dias 9 e 27 de janeiro, tem como público-alvo estudantes de graduação e pós-graduação e pesquisadores envolvidos com técnicas de microscopia de transmissão. Em função da alta demanda, o evento está sendo transmitido online no endereço www.lnnano.org.br/cursomicroscopia. “Com isso podemos estender nossa audiência para um maior número de interessados sobre o tema”, comentou o pesquisador Luiz Fernando Zagonel, um dos organizadores do evento.

O perfil dos alunos é outro aspecto interessante. A seleção dos candidatos, segundo Zagonel, levou em conta a motivação e o interesse. Nesta edição, o grupo é formado, em sua maioria, por estudantes de doutorado nas áreas de Física, Química e Engenharia, mas há muitos alunos em graduação e alguns em pós-doutorado. “A heterogeneidade foi uma agradável surpresa. Formamos uma turma com alunos muito bons, em diferentes níveis”, afirma Zagonel.

O curso é realizado em três semanas e está dividido em duas partes. As aulas teóricas e discussões em grupo são reservadas para as duas primeiras semanas. Logo após, os participantes realizam uma prova para definir quais deles ficam mais uma semana para as aulas práticas, a serem ministradas nos microscópios eletrônicos do LME/LNNano.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone