LNNano oferece novos equipamentos para uso compartilhado

Publicado em 21/08/2014
MCTI, 18/08/2014

Até janeiro de 2015 todos os equipamentos já estarão prontos para serem utilizados por usuários e instituições dos setores público e privado.

 

O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) recebeu recentemente novos equipamentos, que serão disponibilizados para o uso aberto, conforme prevê o Sistema Nacional de Laboratório em Nanotecnologia (Sisnano).

Entre as principais aquisições estão um espectrômetro de fotoelétrons, um microtomógrafo e um microscópio eletrônico com feixe de íons. O primeiro já está recebendo propostas para uso compartilhado. O modelo K-Alpha possui uma fonte de clusters de íons de argônio, a qual possibilita a realização de etching e depth profiling em materiais orgânicos e biológicos.

Já o microtomógrafo de raios X SkyScan 1272 está sendo preparado para ser atenderu usuários e instituições dos setores público e privado. A expectativa é a de que ele comece a receber propostas de pesquisa em janeiro de 2015. A técnica de microtomografia permite a reconstrução tridimensional de diferentes amostras, com o intuito de revelar detalhes sobre forma e composição das estruturas internas do material, em escala micrométrica ou submicrométrica.

No Laboratório de Microscopia Eletrônica (LME/LNNano) está microscópio eletrônico de varredura (SEM) com a função Focused Ion Beam(FIB). O novo equipamento será aberto aos usuários em outubro de 2014. O componente oferece uma ferramenta poderosa e flexível para a caracterização de nanomateriais e para nanofabricação. Com ele é possível combinar a análise morfológica, estrutural e espectroscopia EDX do microscópio de varredura com o sputtering e a deposição de recursos do FIB.

Novos acessórios para o difratômetro de raios X de alta resolução também foram disponibilizados para usuários externos. Foram instalados tubos de raios X para radiação de cobre, sistema de rotação de amostra para medidas com amostras de pó e um monocromador Bartels de germânio 220 de alta resolução (12 arcsec de divergência).

A submissão de propostas de pesquisa para qualquer equipamento do LNNano deve ser realizada por meio do Portal de Usuários do Centro Nacional de em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que agrega outros três laboratórios: o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) e o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia de Bioetanol (CTBE).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone