LNBio promove workshop de microscopia confocal

Publicado em 28/05/2015
Labnetwork, 25/05/2015

Maximum projection of an abnormal 48hpf zebrafish heart caused by low levels of Retinoic Acid. Ventricle MF20+ (red), atrium S46+ (yellow). Nuclei (blue).Imagem: Divulgação (pesquisadora Ângela Costa/LNBio)

Maximum projection of an abnormal 48hpf zebrafish heart caused by low levels of Retinoic Acid. Ventricle MF20+ (red), atrium S46+ (yellow). Nuclei (blue).Imagem: Divulgação (pesquisadora Ângela Costa/LNBio)

As inscrições para o II Workshop on Recent Advances and Applications in Confocal and Widefield Microscopy estão abertas até 26 de junho. O evento compreenderá três oportunidades de capacitação: (i) Minicurso sobre os princípios básicos damicroscopia de luz, a ser realizado no dia 31 de agosto; (ii) Palestras sobre microscopia confocal e de campo claro nos dias 1 e 2 de setembro; (iii) Sessões práticas em diferentes plataformas de microscopia em 3 e 4 de setembro.

Todas as atividades serão realizadas no campus doCentro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas, SP. O número de vagas para todas as atividades é limitado, as inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo site.

Promovido pelo Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), com apoio da Leica Microsystems, o II Workshop on Recent Advances and Applications in Confocal and Widefield Microscopy reunirá palestrantes do Brasil e do exterior para apresentações sobre microscopia confocal e campo claro, técnicas de super-resolução, microscopia correlativa e microscopia “light sheet”.

A programação do evento também contemplará aplicações de microscopia confocal avançada e de campo claro como ferramenta para pesquisas em diferentes áreas da biologia, como neurobiologia, biologia celular e biologia do desenvolvimento. O evento contará ainda com sessões de pôsteres e apresentações orais, destinadas a apresentações de trabalhos relacionados a técnicas de microscopia.

A microscopia confocal é utilizada principalmente para a localização de proteínas no interior das células e para a observação de interações moleculares. A técnica permite a obtenção de imagens a partir de amostras vivas ou fixadas, assim como a geração de reconstruções tridimensionais, animações em 3D e a realização de experimentos dinâmicos com interações ao vivo (time lapse).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone