Workshop do CTBE debate a fisiologia da cana-de-açúcar

Publicado em 22/11/2012

Jornal Brasil On-line, em 21/11/2012

A fase agrícola da produção brasileira de etanol, do plantio à colheita da cana-de-açúcar, representa grande parte dos custos do processo é uma das áreas com maior carência de pesquisas científicas do setor. Essas razões levaram o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE/CNPEM) a promover o Workshop on Sugarcane Physiology for Agronomic Applications, iniciado nesta quarta-feira (21), no campus da instituição, em Campinas (SP).

O evento, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), reunirá especialistas para debater a fisiologia da cana em quatro sessões: “Germinação e crescimento da cana-de-açúcar”; “Dinâmica fisiológica da cultura”; “Fisiologia de cana-de-açúcar em condições de campo”; e “Variabilidade fisiológica em cana-de-açúcar”.

Participam do encontro pesquisadores brasileiros e australianos especialistas em fisiologia de cana, além do norte-americano Paul Moore, do Hawaii Agriculture Research Center. Prakash Lakshmanan, da BSES Limited, falará sobre a aplicação de biotecnologia para gerar variedades resistentes a estresse hídrico na Austrália. Alan Garside, da Universidade James Cook, abordará questões ligadas ao aumento de produtividade da cana colhida crua, e Susanne Schmidt, da Universidade de Queensland, apresentará o seu trabalho relacionado à absorção de nitrogênio pela cana-de-açúcar.

Também estarão em pauta temas relacionados ao aumento de eficiência no uso de água e nitrogênio pela planta por meio de técnicas de melhoramento genético, seleção de características, competição entre variedades e etc. De acordo com o pesquisador do CTBE Henrique Coutinho Franco, a expectativa é que a comunidade científica brasileira tenha a oportunidade de trocar informações no que diz respeito à investigação e ao melhoramento do sistema agrícola de cana.

O CTBE é um dos quatro laboratórios nacionais geridos pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Fonte: Ascom do CTBE

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone