Via Rápida Emprego terá unidade fixa em Campinas

Publicado em 10/04/2013

Governo do Estado de São Paulo, em 10/04/2013

O programa Via Rápida Emprego terá sua primeira unidade fixa na cidade de Campinas. Nesta terça-feira, 9, o governador Geraldo Alckmin e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luiz Carlos Quadrelli, anunciaram a conclusão das obras da unidade, erguida junto à Etec Conselheiro Antonio Prado.

O espaço, que entrará em funcionamento ainda neste semestre, contará com três salas de aula, dois laboratórios (multiuso e Informática), três salas de apoio administrativo e capacidade para atender até 270 alunos por trimestre (1.080 capacitações/ano). A construção teve início em dezembro de 2011 e contou com investimento total de R$ 2.272.428,99.

O prédio oferecerá cursos nas áreas da indústria, prestação de serviços e construção civil. Segundo Quadrelli, a entrega da unidade faz parte do plano de expansão do Via Rápida Emprego que prevê, até 2014, a construção de outros três postos em São Bernardo do Campo, Santos e Presidente Prudente.

“Quando todos estiverem em operação, será possível atender às necessidades imediatas de formação de mão de obra e levar qualificação profissional a um número ainda maior de cidadãos”, destaca o secretário.

Atualmente, as capacitações do programa são realizadas em postos itinerantes (carretas) como Escolas Técnicas (Etecs), Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo, entre outros. Lançado em julho de 2011, o programa já atendeu mais de 80 mil pessoas, em 491 municípios. Na cidade de Campinas, a iniciativa realizou 1.464 capacitações.

Outros anúncios

Durante o evento, Alckmin ainda assinou um protocolo de intenções com o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) para a construção e montagem de um novo Laboratório de Luz Síncroton de terceira geração – Projeto Sirius.

Foram investidos R$ 23,4 milhões para a desapropriação da área com 150 mil m², localizado no Polo Tecnológico Ciatec II. O novo centro de pesquisas contará com um acelerador, onde a radiação será produzida, além de um conjunto de estações experimentais para a realização de testes.

Do Portal do Governo do Estado

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone