Universo: Luz síncrotron coloca o Brasil em destaque e pode revolucionar pesquisas astronômicas

Publicado em 28/02/2018

Radioagência Nacional, 27 de fevereiro de 2018

Apresentação Adrielen Alves e Daniel Isaia

Uma luz que penetra a matéria

de alto brilho….

e amplitude!

É a luz síncrotron!

Sin –cro – tron – que vem de sincronia!

O nome parece difícil, mas pode anotar aí, por que essa mesma luz coloca fácil, fácil o nome do Brasil em uma importante largada científica.

Somos referência mundial –  os únicos na América Latina e no páreo com a Suécia nesta produção.

Os estudos com esse tipo de radiação produzida em uma supermáquina de aceleração de partícula vão ajudar desde a área de medicamentos, passando pelo pré-sal até chegar nas pesquisas envolvendo a astronomia. É o chamado projeto Sirius – Sirius em referência a uma estrela de grande brilho

Vamos por partes! Primeiro, entender como funciona a produção desta luz.

Quem sabe tudo sobre o assunto é José Roque, Diretor do Laboratório Nacional da Luz Síncrotron, do Centro Nacional de Pesquisa em Energias e Materiais, localizado em Campinas.

Mas, voltando a falar sobre astronomia, como será que esse aparato tecnológico em que o Brasil está investindo poderá ajudar nas pesquisas?

Olha que pode e muito, principalmente no que diz respeito à astrobiologia e até na investigação de vida fora da Terra.

Eu vou te dizer em uma frase: A hora é agora!!!

Até a próxima sexta-feira, dois de março, estão abertas as inscrições para a Segunda Escola Brasileira de Síncrotron, oportunidade para cientistas de todo o país e estudantes do último ano de graduação, de mestrado e doutorado.

Cerca de 100 pessoas serão selecionadas para acompanhar de perto os avanços dos estudos. Ficou interessado? Entra no site http://pages.cnpem.br/ebs/

Sabemos que a luz na astronomia é fundamental para marcar o tempo e o espaço, para conhecermos o passado e projetar o futuro. Não é mesmo?

Por falar em tempo, o projeto Sirius tem cronograma que promete para 2018, 2019, 2020!

Nós estamos na torcida para que o projeto Sirius, chegue muito longe.

E que leve o nome do Brasil e da ciência feita por brasileiros.

Universo fica por aqui e até a próxima semana!

Apresentação de Adrielen Alves e Daniel Isaia.

Sonoplastia de Messias Melo.

Universo:  Apresenta temas ligados à astronomia com o objetivo de explicar, de forma didática, as principais teorias do universo  e descobertas científicas ligadas ao espaço. É publicado semanalmente na Radioagência Nacional e na Rádio Nacional. Ouça aqui os programas já veiculados da série.