SP: Centro de Ciência e Tecnologia do Bioetanol debate sustentabilidade

Publicado em 06/11/2009

06/11/2009 – Portal Inovação Tecnológica

O Centro de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) promove na quarta (11) e quinta-feira (12) o 2º Workshop on the Impact of New Technologies on the Sustainability of the Sugarcane/Bioethanol Production Cycle.

O evento, que se realiza em Campinas (SP) discute e avalia o programa de pesquisa do Centro na área de Sustentabilidade. A inscrição é gratuita e pode ser feita até segunda-feira (9) pelo site www.bioetanol.org.br/workshop5.

O trabalho dos cientistas envolvidos neste programa consiste em mensurar os impactos sobre a sustentabilidade ambiental, econômica e social causados por novas tecnologias na área de etanol de cana-de-açúcar. Tal análise se dá em comparação com o que hoje ocorre em uma usina de açúcar e álcool padrão do setor.

Manoel Regis Lima Verde Leal, um dos coordenadores do programa de sustentabilidade do CTBE explica que o objetivo de sua equipe é levantar um grande número de dados ligados a temas como, por exemplo, balanço energético e de emissões de gases de efeito-estufa (GEE) causados por biocombustíveis. Uma vez obtidas estas informações, elas alimentarão modelos matemáticos que serão utilizados pelo grupo para avaliar os impactos causados pelas novas tecnologias do setor.

Segundo Leal, só a partir daí é que será possível conhecer qual inovação traz mais benefícios reais ao ser humano e ao meio-ambiente.

Para realizar este levantamento e análise de forma consistente, a equipe de pesquisa do CTBE busca firmar parcerias com instituições que trabalham com o assunto sustentabilidade em biocombustíveis há anos. “Acreditamos que só desta forma é possível obter o volume de informações necessárias para a realização do nosso trabalho em tempo de iniciar as avaliações de impactos causados pelas novas tecnologias até o final de 2010”, afirma Leal.
Em maio último o CTBE promoveu um workshop exploratório sobre o tema para definir quais seriam as principais linhas de pesquisa do seu programa de sustentabilidade. Agora, o Centro recém lançado pelo Ministério da Ciência e da Tecnologia (MCT) apresenta sua forma de trabalho em cada uma das cinco frentes de estudo ligadas à sustentabilidade.

Tais áreas são: balanço energético e de emissões de GEE, estoque de carbono no solo e emissões de óxido nítrico, mudanças no uso da terra, impactos sócio-econômicos e uso de recursos hídricos. Além de debater a proposta de estudo do CTBE, o workshop terá palestras proferidas por especialistas brasileiros e do exterior em cada um destes assuntos.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone