Safra atual de cana deve ser beneficiada por chuvas mais regulares, dizem CTBE e Unicamp

Publicado em 06/03/2015
Agência UDOP, em 13 de fevereiro de 2015

 

“Chuvas mais regulares e um ano com melhores condições climáticas beneficiam a safra atual, que ainda sofre com os desdobramentos da seca de 2014”, essa é a conclusão que está no Boletim de Monitoramento da Cultura da Cana-de-açúcar no Estado de São Paulo. Produzido pelo Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol – CTBE – e a Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI) da Unicamp, o material relativo ao mês de janeiro foi divulgado nesta sexta-feira (13).

Segundo o relatório, as chuvas estão mais regulares neste ano do que em 2014. O meteorologista da Climatempo, Alexandre Nascimento, disse que “janeiro foi afetado por um bloqueio atmosférico, do dia 1 ao dia 20, o que ocasionou calor intenso e poucas chuvas. Após o dia 20 do mês a situação se normalizou. Porém, no geral, janeiro foi mais quente e mais seco do que o normal”.

Os próximos meses, de acordo com o especialista, devem apresentar temperaturas quentes, mas não ocorrerão mais as grandes ondas de calor vivenciadas no mês de janeiro/2015 e a quantidade de chuvas deverá ser maior que em 2014.

O boletim traz um mapa com a precipitação no Estado comparando os meses de janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado. Destaque para as regiões de São José do Rio Preto, Araçatuba e Presidente Prudente que apresentaram média mensal de chuva menor em 2015 do que no ano anterior, mas essas regiões haviam apresentado elevado nível de precipitação em 2014.

No gráfico de Desempenho da Safra do mês de janeiro, Ribeirão Preto teve seu índice de vegetação (NDVI) abaixo da média. Apesar de Campinas e Ribeirão Preto apresentarem chuva média em janeiro de 2015 maior do que em janeiro de 2014, é possível observar pelo índice que a cana ainda sofre com os danos causados pela seca do ano anterior.

O relatório completo, por regiões, está disponível para consulta no portal da UDOPclicando aqui.

 

Patrícia Mendonça
Fonte: Agência UDOP de Notícias

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone