Renama seleciona sete propostas para teste alternativo a uso de animais

Publicado em 23/04/2014

Portal do MCTI, em 15/04/2014

A Rede de Métodos Alternativos (Renama) selecionou sete propostas de testes in silico voltados à predição de propriedades toxicológicas e farmacocinéticas de pequenas moléculas naturais ou sintéticas, candidatas a fármacos e cosméticos. Os projetos selecionados serão desenvolvidos no Laboratório Nacional de Biociências (LNBio).

A seleção das melhores moléculas permite excluir substâncias pouco viáveis do processo de pesquisa, reduzindo o tempo, os investimentos e os testes em animais requeridos ao desenvolvimento de novos produtos.

As instituições que tiveram propostas aprovadas foram Cristália Produtos Químicos e Farmacêuticos, Eurofarma Laboratórios, Fundação Oswaldo Cruz, Grupo Boticário, Instituto de Tecnologia de Fármacos em Manguinhos (Farmanguinhos), Natura Inovação e Tecnologia de Produtos e Única Educacional.

O potencial das substâncias será analisado com base em simulações computacionais. Trata-se de métodos de bioinformática que preveem atividades biológicas, efeitos tóxicos, biodisponibilidade por via oral e possíveis interações moleculares.

A seleção foi feita com base no Edital 1/2014. Os estudos serão financiados com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio da Renama.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone