Recursos para conclusão do Sirius estão garantidos, diz ministro

Publicado em 04/01/2018
ASCOM em Dezembro

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assegurou nesta sexta-feira (15) os recursos necessários para a conclusão das obras de construção do Sirius, a nova fonte brasileira de luz síncrotron. Em visita ao Centro Nacional de Pesquisa em Energias e Materiais (CNPEM), Kassab ressaltou que o Sirius tem potencial para transformar a região de Campinas (SP) na “meca da ciência brasileira”.

O ministro lembrou que o Sirius vai atrair pesquisadores do mundo todo, o que vai contribuir para a internacionalização da ciência brasileira. “Não faltarão os recursos necessários para que esse projeto tão grandioso, o maior projeto da ciência brasileira no momento, possa estar finalizado, como previsto, no mês de julho ou agosto de 2018”, afirmou Kassab.

“O Sirius é o berço da ciência brasileira. Com toda a sua modernidade e tecnologia envolvida, vai tornar essa região a meca da ciência brasileira”, acrescentou.

Com mais de 75% das obras civis de infraestrutura concluídas no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), um dos quatro que compõem o CNPEM, o Sirius é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no Brasil.

Tem em seu “coração” um acelerador de elétrons de última geração capaz de produzir um tipo de radiação eletromagnética que inclui desde a luz infravermelha até os raios X, o que vai permitir a realização de experimentos hoje impossíveis no Brasil, abrindo novas perspectivas em áreas como ciência dos materiais, nanotecnologia, biotecnologia, física e ciências ambientais.

É considerado um projeto estruturante para o país também pela grande capacidade de impulsionar outros setores, como a inovação das empresas brasileiras de tecnologia.

 

Repercussão: Portal PSD;