Projeto realizado no LNNano é premiado no Congresso da SBMM

Publicado em 22/11/2013
Assessoria de Comunicação, em 21/11/2013 

O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) foi destaque no XXIV Congresso da Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise (CSBMM), realizado entre os dias 20 e 23 de outubro de 2013, em Caxambu-MG. Pesquisadores ligados ao LNNano participaram apresentando palestras e painéis, sendo que um dos trabalhos foi premiado como o melhor da área de Células e Tecidos-Biológicos. Vitor Hugo Balasco Serrão, aluno do Instituto de Física da USP de São Carlos (IFSC-USP), ganhou o Prêmio pelo seu painel “Preliminary Studies of Selenocysteine Synthase (SelA) and its Binary Complex with tRNAsec Using Cryo-Electron Microscopy”.

Este trabalho é desenvolvido junto ao grupo de pesquisa em Crio Microscopia Eletrônica de Partículas Isoladas (crio-ME), em colaboração com a Universidade de Leiden e o IFSC-USP. Esta técnica, voltada a estudos em Biologia Molecular Estrutural, permite determinar estruturas de proteínas com resolução subnanométrica, abrindo novas possibilidades à pesquisa em biologia estrutural e em biotecnologia. Vitor Hugo é orientando do Professor Otavio Henrique Thiemann, da USP São Carlos, e, na colaboração com o LNNano, teve orientação do pesquisador Rodrigo Portugal.

“Este prêmio mostra o potencial desta técnica para a área de microscopia eletrônica e biologia estrutural no país. Apesar de serem resultados preliminares, estamos muito satisfeitos com o andamento e a qualidade do trabalho “, declarou Rodrigo.

Rodrigo Portugal também ministrou uma palestra convidada no Congresso. Além dele, outros dois pesquisadores ligados ao LNNano participaram do evento: Marin van Heel, da Universidade de Leiden e Pesquisador Visitante Especial no LNNano pelo Programa Ciência sem Fronteiras, realizou uma plenária. Alexandre Cassago expôs um painel com resultados do seu trabalho, realizado em colaboração com o grupo de pesquisa em Metabolismo Tumoral do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio).

Também autor do trabalho premiado, Jefferson Bettini, coordenador do Laboratório de Microscopia Eletrônica (LME) do LNNano e um dos pesquisadores responsáveis pela implantação área de Crio Microscopia, espera disponibilizar em breve esta infraestrutura a usuários.

“O LME/LNNano/CNPEM acredita que a área de crio-microscopia eletrônica é uma poderosa ferramenta para biologia molecular estrutural. Sendo assim, temos apoiado o estabelecimento desta área no Brasil, trabalhando em colaboração com conceituados pesquisadores para obter resultados como este e suportar o pedido de um microscópio eletrônico de transmissão dedicado, assim poderemos abrir esta área para nossa comunidade científica”, disse Bettini.

A Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise (SBMM) realiza congressos bianuais desde julho de 1971. O evento se tornou o principal da área e integra pesquisadores e especialistas do meio acadêmico e industrial para a discussão de problemas de importância na atualidade e viabilização de soluções eficientes nas áreas de saúde, agricultura, engenharias, física, geológica e forense.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone