Preocupação com florescimento é abordada em relatório do CTBE/Unicamp

Publicado em 28/05/2015
Udop, 22/05/2015

Nesta quinta-feira (21), o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol – CTBE – e a Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri) da Unicamp divulgaram o Boletim de Monitoramento da Cultura da Cana-de-açúcar no Estado de São Paulo.

O levantamento, referente ao mês de maio, traz o alerta sobre a possibilidade de florescência da cana-de-açúcar na safra 2015/16. Segundo o boletim, os produtores estão preocupados porque as condições climáticas vivenciadas na safra passada e no primeiro trimestre desse ano favorecem esse processo.

Segundo Oswaldo Alonso, consultor técnico da Canaoeste, “o florescimento da cana-de-açúcar é altamente desejável para programas de melhoramento genético, pois possibilita a hibridização e coleta de sementes; contudo, para o manejo de unidades produtoras da cultura, tal estágio é indesejável e evitado”.

Mas o especialista explicou também que o evento não ocorrerá em todo o estado de São Paulo. “Do centro para o Leste do estado, as chances de floração da safra são maiores, uma vez que à Oeste as temperaturas máximas atingem 31ºC”.

Desempenho da safra

O levantamento trouxe ainda informações sobre as condições climáticas dos canaviais. De acordo com os dados, as chuvas de março, muito acima da média na maioria do estado, fizeram com que os canaviais ficassem mais enfolhados. No mês de abril as chuvas não acompanharam a mesma tendência de março e foram menores do que a média, desta forma, o começo da colheita foi favorecido, porém, a cana a partir de agora tende a maturar e não mais ganhar biomassa, traz a análise.

O relatório completo, por regiões, está disponível para consulta no portal da UDOP,clicando aqui

Repercussão: CanaOnline

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone