Mercosul abre inscrições para curso de métodos alternativos ao uso de animais em atividades de ensino e pesquisa

Publicado em 21/09/2016
Portal MCTIC em 19/09/2016

 

Primeira atividade da Plataforma Regional de Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Experimentação, proposta pelo Brasil, recebe inscrições até 1º de outubro. Seis vagas são destinadas a pesquisadores brasileiros.

 

A Plataforma Regional de Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Experimentação do Mersosul (PReMASul) recebe inscrições até 1º de outubro para um curso de curta duração sobre métodos in vitro de avaliação do potencial genotóxico de substâncias químicas. Há seis vagas destinadas a pós-graduandos, pesquisadores e profissionais brasileiros. A atividade ocorre de 31 de outubro a 4 de novembro, no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (INCQS/Fiocruz), no Rio de Janeiro (RJ).

O curso é a primeira atividade da PReMASul, proposta brasileira aprovada na 52ª Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do Mercosul (RECyT), em junho de 2015. Inspirada na Rede Nacional de Métodos Alternativos (Renama), a plataforma tem objetivo de incentivar o desenvolvimento e a adoção de métodos alternativos ao uso de animais no Mercosul, por meio da capacitação e do treinamento de recursos humanos especializados nos países do bloco.

O INCQS é uma das unidades centrais da Renama, ao lado do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) e do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Hoje, a rede engloba 32 laboratórios, cujas competências poderão ser compartilhadas com o Mercosul via PReMASul.

Criada e estruturada em 2012 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Renama busca estimular a implantação de ensaios alternativos e o treinamento técnico nas metodologias necessárias, além de promover o desenvolvimento, a validação e a certificação de novos métodos alternativos ao uso de animais.

Curso

A atividade tem como público-alvo estudantes de pós-graduação, pesquisadores e profissionais dos países do Mercosul, tanto do setor público quanto do privado. Parte do conteúdo está relacionado ao planejamento, execução e avaliação dos resultados dos ensaios Cometa e Micronúcleo in vitro (OECD TG 487), teste em células de animais mamíferos reconhecido como método alternativo em 2014 pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), ligado ao MCTIC. O curso oferece ainda um panorama regulatório e das normas de referência.

Informações podem ser obtidas pelo e-mail premasul@mctic.gov.br. Para se inscrever, clique aqui.

 

Serviço

Curso: Métodos in vitro para avaliação do potencial genotóxico de substâncias químicas

Data: 31 de outubro a 4 de novembro

Local: INCQS/Fiocruz

Endereço: Av. Brasil, 4365, Manguinhos

Cidade: Rio de Janeiro (RJ)

Informações: premasul@mctic.gov.br

Inscrições: Até 1º de outubro

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone