Maior evento sobre mecanização canavieira começa amanhã em Ribeirão Preto/SP

Publicado em 06/04/2017
CanaOnline, em 28/03/2017

 

Lei do enlonamento, agricultura de precisão, plantio mecanizado, impactos decorrentes do mau gerenciamento dos pneus agrícolas, colheita de cana com alta produtividade e novos métodos de manutenção de colhedoras serão apenas alguns dos assuntos debatidos no evento
Nesta quarta-feira (29) e quinta-feira (30), o município paulista de Ribeirão Preto será sede do 19º Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar, considerado o maior evento sobre mecanização canavieiro do mundo. O seminário, a ser realizado no Centro de Eventos Taiwan, abordará temas atuais e polêmicos de uma área essencial para a agroindústria canavieira.
Na plateia, são esperadas mais de 700 pessoas, entre produtores e representantes de usinas, vindas de todas as regiões canavieiras do Brasil, além de países da América Latina, como Argentina, Paraguai, Bolívia e Peru. Já no palco, serão cerca de 20 profissionais, que incluem pesquisadores, consultores, fornecedores e gestores de grandes grupos canavieiros, expondo suas experiências, técnicas e soluções para elevar a produtividade e eficiência das operações mecanizáveis.
“O seminário se tornou um dos fóruns mais respeitados em mecanização e produção de cana-de-açúcar do mundo”, relata Dib Nunes Jr., diretor do Grupo IDEA e idealizador do evento. Segundo ele, este ano, serão discutidos todos os principais temas relacionados à mecanização dos canaviais, como colheita, plantio, manutenção, logística, meio ambiente, pneus, gestão de custos e recolhimento da palha. “Nosso principal intuito é atualizar os conhecimentos, dar acesso a novas tecnologias e promover discussão de temas polêmicos e de grande interesse para o setor sucroenergético.”
Paralelamente ao seminário, ocorrerá, ainda, a 7ª Mostra de Máquinas e Equipamentos Agrícolas, local onde os participantes poderão conferir, de perto, os últimos lançamentos em máquinas e implementos de grandes fabricantes nacionais e internacionais, como DMB, Case IH, Civemasa, Liebherr, Valtra e Teston.
Outro grande destaque do evento é a entrega do Prêmio Usinas Campeãs de Produtividade no Centro-Sul, premiação promovida pelo Grupo IDEA em parceria com o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC). Cerca de 200 unidades produtoras participam, todos os anos, do levantamento que respalda a premiação.
Segundo o gerente comercial do CTC, Luiz Antônio Dias Paes, a participação das usinas no Prêmio tem representatividade muito alta. “As unidades que participaram do levantamento correspondem a um banco de dados consistente, pois equivalem a 70% da cana do Centro-Sul. Dados que têm utilidade muito grande, pois servem de benchmarking para as usinas e é ferramenta importante também para as áreas comerciais que ajudam nas projeções de safra.”
Em 2016, agrande campeã nacional em produtividade agrícola foi a Usina Coruripe, Filial Iturama (MG), que conquistou um índice IDEA de 235,57. O TCH registrado foi de 114 ton/ha, o ATR de 128,5 kg e a idade média do canavial foi de 3,6 cortes.

Confira abaixo alguns dos principais temas a serem debatidos durante o 19º Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar.
O SETOR ESTÁ PREPARADO PARA CUMPRIR A LEI DO ENLONAMENTO DE CARGA QUE ENTRA EM VIGOR EM 1 DE JUNHO?
A partir de 1 de junho passa a ser obrigatório o enlonamento das gaiolas canavieiras com lona ou dispositivo similar. A Lei já era para ter entrado em vigor desde 2016, mas entidades do setor solicitaram adiamento da data, argumentando que não havia tempo hábil para inserir dispositivos que facilitem a colocação das lonas ou telas nas mais de 23 mil gaiolas em circulação no país.
Já existem no mercado várias alternativas para o enlonamento da carga canavieira, além de muitas usinas desenvolveram soluções caseiras. Mas para muitos, o setor ainda não está preparado para cumprir essa norma, outro problema, é que várias dessas alternativas utilizadas não se apresentam tão eficientes.
De grande importância, este tema será discutido durante o seminário pelo já consagrado consultor da área de motomecanização canavieira, Luiz Nitsch.
USINA GUAÍRA E SUA EXPERIÊNCIA COM O PLANTIO MECANIZADO
A Usina Guaíra, localizada em Guaíra, SP, figura entre as unidades que beiram a produtividade média de 100 toneladas por hectare. Entre os segredos para o bom desempenho está o plantio bem-feito, resultando em um canavial com menos falhas e mais produtivo.
O plantio de cana mecanizado está em evolução, no entanto, já se tornou fundamental para o setor, assim, a Guaíra busca aprimorá-lo cada vez mais, unindo práticas sustentáveis e tecnologias mais avançadas. Durante o evento, o diretor agrícola da Usina, Gustavo Villa Gomes, irá falar sobre a experiência da Empresa nesta área e contar todos os segredos para elevar a eficiência do processo ao máximo.
A REALIDADE DA AGRICULTURA DE PRECISÃO E SUA APLICAÇÃO PRÁTICA NA CULTURA DA CANA
A Agricultura de Precisão (AP) envolve um pacote de tecnologias que a cada dia mais estão presentes nas lavouras. No entanto, a aplicabilidade deste pacote tecnológico muitas vezes carece de resultados nas lavouras de cana-de-açúcar. Ao longo do seminário, serão discutidos vários temas que permeiam a modalidade, como a palestra de Guilherme Martinelli Sanches, Especialista em Produção de Biomassa – Divisão Agrícola do CTBE, que abordará a aplicabilidade da AP na cultura da cana.
MAU GERENCIAMENTO DO USO DOS PNEUS AGRÍCOLAS PODE IMPACTAR SERIAMENTE A PRODUTIVIDADE NO CAMPO E A SEGURANÇA DA OPERAÇÃO

O pneu está entre os três maiores custos de um produtor rural, perdendo apenas para os salários e combustível. Além disso, ele é o responsável pela sustentação do peso do equipamento, dirigibilidade e pela transmissão da energia do motor da máquina para o solo. Dessa forma, a atenção com esse material deve ser redobrada.
O primeiro passo é a correta escolha do pneu, que deverá ser feita dependendo das condições em que ele será utilizado. Após a aquisição, é essencial que haja uma manutenção constante desses materiais ao longo de toda a sua vida útil, que incluirá calibragens a cada 15 dias, sempre com os pneus frios e seguindo corretamente as orientações presentes no manual dos fabricantes, além da limpeza do canavial, retirando pedras e tocos do caminho
Devido a importância que tem para o setor sucroenergético, o tema será um dos destaques do evento. Na ocasião, serão discutidos todos os fatores de gerenciamento do material rodante, além de um testemunho da Usina Batatais sobre a tecnologia LSW, que têm como característica principal ajudar na diminuição da deformação da lateral do costado do pneu (causa principal de desconforto ou balanço), mantendo o operador confortável, evitando ou diminuindo o galope, um tipo de vibração que acomete a máquina agrícola.
SERVIÇO:
19° Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar
Data: 29 e 30 de março de 2017
Local: Centro de Eventos Taiwan – Ribeirão Preto/SP
Contato: 16 3211-4770
E-mail: eventos@ideaonline.com.br
Inscrições: http://www.ideaonline.com.br/evento-sobre/19-seminario-sobre-mecanizacao-e-producao-de-cana-de-acucar

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone