LNNano reúne mais de 80 estudantes em Curso de Microscopia Eletrônica de Transmissão

Publicado em 27/01/2014

Quinta edição do evento, de três semanas, contou com recorde de 315 inscritos e ofereceu com aulas teóricas, práticas, além de módulo de Biologia Estrutural

Assessoria de Comunicação CNPEM, em 27/01/2014

O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) concluiu com sucesso a quinta edição do Curso Teórico-Prático de Microscopia Eletrônica de Transmissão. O evento foi realizado no campus do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas-SP, durante três semanas, de 6 a 24 de janeiro, e contou com 86 participantes, dentre pesquisadores, estudantes de graduação e de pós-graduação, em nível de mestrado, doutorado e pós-doutorado, de diversas regiões do Brasil e também do exterior. O evento teve um número recorde de inscritos: 315 currículos foram analisados pela Comissão Organizadora, superando a edição passada, em 2012, quando 219 pessoas se inscreveram.

A primeira semana do curso contou com aulas teóricas introdutórias e avançadas, além de atividades práticas demonstrativas, ministradas por palestrantes convidados nacionais e internacionais, além de pesquisadores do LNNano. Foram abordados conceitos básicos, como formação de imagens e difração de elétrons, até elementos avançados, como mapeamento químico e imagem de alta-resolução. O curso não se restringiu apenas aos presentes no auditório do CNPEM, já que houve também transmissão online ao vivo por meio da página do evento na internet. As aulas foram gravadas e serão disponibilizadas em breve, também no site do Curso – http://lnnano.cnpem.br/cursomicroscopia/.

“Ficamos muito satisfeitos com a grande procura que tivemos, o que mostra a relevância desta área. E também com os participantes, que contribuíram para o sucesso na realização do evento”, disse Jefferson Bettini, coordenador do Laboratório de Microscopia Eletrônica (LME) do LNNano e organizador do Curso.

A novidade desta edição do Curso foi a inclusão de um módulo de Biologia Estrutural, com apoio do grupo de pesquisa em Crio Microscopia de Partículas Isoladas (CME), do LNNano. Esta técnica permite determinar estruturas de proteínas com resolução subnanométrica, abrindo novas possibilidades à pesquisa em biologia estrutural e em biotecnologia.

“Observamos uma grande quantidade de participantes inscritos das áreas biológicas. Por isso, oferecemos a eles essa opção e decidimos abrir novas inscrições para esse módulo. Isso fortalece essa área do LNNano, que em breve será aberta a usuários. Portanto, esses mesmos participantes do Curso poderão até voltar em breve para aplicar a teoria das aulas realizando pesquisas aqui no Laboratório”, declarou o pesquisador Rodrigo Portugal, coordenador do grupo de Criomicroscopia do LNNano e co-organizador do Curso.

Na segunda semana, os participantes foram divididos entre os grupos de Materiais e Biologia Estrutural para aulas mais específicas voltadas a cada área. Durante esta semana, também foram oferecidas aulas práticas e demonstrativas em crio microscopia, aos participantes do curso de Biologia Estrutural. Já a parte prática foi realizada na terceira semana, com 20 dos participantes, selecionados após uma prova. Divididos em pequenos grupos, os finalistas realizaram procedimentos básicos, como captura de imagens, e procedimentos avançados, como espectroscopia com perda de energia.

A realização do V Curso Teórico-Prático de Microscopia Eletrônica de Transmissão teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), do Centro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone