LNLS realiza a 2Oª edição de reunião de pesquisadores

Publicado em 24/02/2010
24/02/2010 – Jornal da Ciência

Nesta segunda e terça-feira, cerca de 400 cientistas de instituições de pesquisa do Brasil e do exterior participam da 20ª edição da Reunião Anual de Usuários do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (Rau/LNLS), em Campinas (SP).

No encontro, além do debate de questões relevantes para o desenvolvimento contínuo da instituição, serão apresentados resultados de pesquisas científicas realizadas com o uso da Luz Síncrotron. Essa luz permite a realização de estudos para identificação tridimensional e química de materiais em escala atômica sejam eles sintéticos ou biológicos. Neste ano, os coordenadores da Rau são Carlos Alberto Pérez, do LNLS, e Waldemar Augusto de Almeida Macedo, do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN).

Nesta edição, serão apresentados mais de 200 trabalhos científicos realizados no LNLS e no Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), antigo Centro de Biologia Molecular Estrutural (CeBiME); quatro Palestras Plenárias, nas quais foram convidados especialistas de diversas áreas que discorrerão sobre novas tendências em microscopia de raios-x, espectro-microscopia com Luz Síncrotron, progressos recentes na caracterização espectroscópica de materiais avançados e sistemas complexos; além das tradicionais sessões temáticas.

A 20ª Rau também abre espaço para uma palestra sobre a história do LNLS e as mudanças ocorridas ao longo desses 20 anos de reuniões de usuários. Entre os destaques de 2010 está a apresentação do projeto da segunda Fonte Brasileira de Luz Síncrotron, que já recebeu o aval inicial do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT).

A apresentação será feita por Antonio Ricardo Droher Rodrigues, coordenador do projeto da Nova Fonte, e por Yves Petroff, atual diretor científico do LNLS, ex-diretor geral do European Synchrotron Radiation Facility (ESRF) e ex-presidente da International Union of Pure and Applied Physics (Iupap).

O fórum inclui ainda dois workshops satélites dedicados aos avanços na aplicação de radiação síncrotron na caracterização de materiais. O workshop, intitulado “Caracterização em in situ de materiais por técnicas de luz síncrotron”, ocorre a partir das 14h desta terça-feira (dia 23), e o “Novas possibilidades com a Linha do Wiggler Supercondutor para ciências dos materiais” começa às 9h de quarta-feira (dia 24).

O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron é um laboratório aberto a usuários do Brasil e do exterior e oferece condições excepcionais para os cientistas realizarem pesquisas com nível de competitividade mundial. O LNLS integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPem). Integram também o CNPem, o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) e o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone