LNBio e Waters promovem evento gratuito sobre caracterização de biofármacos

Labnetwork, em 22/02/16

 

As atividades sobre biofármacos e produtos de degradação são independentes, os interessados poderão optar pelo programa de interesse. foto: freedigitalphotos

As atividades sobre biofármacos e produtos de degradação são independentes, os interessados poderão optar pelo programa de interesse. foto: freedigitalphotos

Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), em parceria com a Waters Technologies do Brasil, promove o evento “Desafios Analíticos Atuais na Indústria Farmacêutica: Caracterização de Biofármacos & Produtos de Degradação”. A iniciativa será realizada nos dias 12 e 13 de abril de 2016, no campus do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas, SP. O evento é gratuito e as inscrições devem ser realizadas até 28 de março.

As atividades sobre biofármacos e produtos de degradação são independentes, os interessados poderão optar pelo programa de interesse.

Caracterização de Biofármacos
12 de abril

A programação compreenderá estudos de caso e discussões sobre desafios analíticos associados ao processo de caracterização e controle de qualidade de biomoléculas como biofármacos, incluindo-se proteínas e peptídeos. A caracterização de biofármacos, diferente do que tradicionalmente se aplica às pequenas moléculas, tem sido desafiadora para a indústria. Esse evento abordará os principais métodos analíticos empregados na área.

Caracterização de Produtos de Degradação
13 de abril

Nos últimos anos, as agências reguladoras, incluindo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), têm priorizado o controle de impurezas em medicamentos. Prova disso, é a publicação da resolução no 53 de 2015 e do guia no 04/2015 – versão 1, documentos que estabelecem parâmetros para a notificação, identificação e qualificação de produtos de degradação em medicamentos. Diante deste cenário, este evento abordará os principais desafios analíticos inerentes ao desenvolvimento de métodos indicadores de estabilidade. A programação discutirá a condução do estudo de degradação forçada, os principais mecanismos de degradação, abordagens de desenvolvimento cromatográfico, caracterização de impurezas por LC/MS, além de estudos de casos.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone