LNBio e empresa dos EUA firmam parceria em produtos naturais

Publicado em 09/04/2014

Assessoria de Comunicação, em 9/04/2014

O Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) firmou parceria que lhe dará acesso a uma vasta biblioteca de compostos naturais extraídos da biodiversidade estrangeira. O acordo foi assinado com a empresa ChromaDex Corp, dos Estados Unidos.

Essas substâncias serão testadas no LNBio, para que compostos com potencial valor de mercado, possivelmente patenteáveis para indicações terapêuticas específicas, sejam selecionados.

Cerca de 10 mil extratos vegetais e 4 mil substâncias isoladas serão avaliados. Os primeiros ensaios buscarão compostos fitoterápicos com atividade antidepressiva. Em seguida, devem ser realizados ensaios para atividades antitumorais e anti-inflamatórias. Ao longo dos 5 anos de parceria, almeja-se pesquisar diferentes aplicações terapêuticas, cosméticas e biotecnológicas.

“Estamos animados com essa colaboração com o LNBio, que nos possibilitará atribuir valor à biblioteca de produtos naturais singulares, que estamos desenvolvendo há cerca de 15 anos.” Afirmou o fundador e CEO da ChromaDex, Frank Jaksch Jr., durante a assinatura, na segunda-feira (4), em Campinas (SP).

Pelo acordo, a ChromaDex será responsável por fornecer a biblioteca de produtos naturais para triagem, bem como contribuir com conhecimentos de química para tornar potenciais candidatos a fármacos em oportunidades comerciais. O LNBio fará a triagem da biblioteca, por meio de high throughput screening (HTS), utilizando ensaios enzimáticos e celulares, e realizará ensaios subsequentes com os compostos pré-selecionados.

A técnica de HTS, comum ao processo de descoberta de fármacos, realiza, de forma rápida e automatizada, o teste de milhares de substâncias químicas em ensaios biológicos preditivos de eficácia clínica. Os resultados destes testes permitem aos pesquisadores selecionar, a partir de amplas bibliotecas químicas, compostos que exercem atividade biológica em determinadas vias metabólicas ou que interagem com alvos moleculares específicos. Substâncias identificadas como promissoras em ensaios de HTS seguem para ensaios subsequentes, que tem por objetivo confirmar e avaliar os dados obtidos nas primeiras triagens. Trata-se do ponto de partida para a descoberta de novos fármacos.

União de competências

“A união das competências do LNBio em high throughput screening com a experiência da ChromaDex no desenvolvimento de bibliotecas de produtos naturais é bastante promissora. Nossa expectativa é que essa parceria possa levar, em médio prazo, à comercialização de novos produtos naturais para aplicações farmacêuticas, cosméticas ou biotecnológicas”, comentou o diretor do LNBio, Kleber Franchini.

O Laboratório Nacional de Biociências integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), uma organização social qualificada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O LNBio se dedica a pesquisa e inovação nas áreas de biotecnologia e a descoberta e desenvolvimento de fármacos. Conta com instalações abertas às comunidades científicas e empresariais. O laboratório concentra competências, equipamentos de última geração e um time de pesquisadores voltados à realização de estudos multidisciplinares nas áreas de biologia estrutural, proteômica, genômica, metabolômica, bioensaios, desenvolvimento de organismos geneticamente modificados, dentre outros.

A ChromaDex é uma empresa de produtos naturais que descobre, adquire, desenvolve e comercializa ingredientes tecnológicos, por meio de um modelo de negócio que integra, de forma sinérgica, unidades de tecnologia de ingredientes, química fina de produtos naturais (fitoquímicos), química e serviços de testes analíticos, assim como consultoria regulatória e de segurança de produto. A empresa fornece soluções baseadas na ciência para companhias de suplemento nutricional, alimentos e bebidas, saúde animal, cosméticos e fármacos.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone