Líderes se reúnem no CTBE para discutir RenovaBio no dia 18 de agosto

Publicado em 02/08/2017

UDOP, 2 de agosto de 2017

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), um dos quatro laboratórios que integram o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), pioneiro em pesquisa e inovação voltada à produção de energia, bioquímicos e biocombustíveis avançados a partir de biomassa, promove a quarta edição dos Workshops Estratégicos (WECTBE) com o tema que tem movimentado o setor nos últimos meses: o Programa RenovaBio.

O Workshop acontece no Auditório do CTBE, em Campinas (SP), dia 18 de agosto, das 8h30 às 18h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste link e a programação está disponível no website do evento. Todas as inscrições estão sujeitas à aprovação do Comitê Organizador.

O RenovaBio, proposta de regulação que visa promover os ganhos de eficiência energética na produção e no uso de biocombustíveis, contribuindo para o atingimento de metas de descarbonização, está no topo das prioridades nas agendas política e privada.

“O RenovaBio dá novas dimensões aos biocombustíveis no Brasil de duas formas. A primeira é ao reconhecer seus efeitos positivos do ponto de vista ambiental, e a segunda ao beneficiar as boas práticas de produção dos combustíveis, valorizando a eficiência e a sustentabilidade da cadeia produtiva”, esclarece Eduardo Soriano, Coordenador Geral de Desenvolvimento e Inovação em Tecnologias Setoriais do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O CTBE está comprometido em reunir os principais tomadores de decisão e players interessados no RenovaBio para que sejam discutidos os Detalhes Técnicos, as Certificações e a Calculadora do programa, tópicos fundamentais para facilitar o entendimento das principais questões.

Para Carolina Grassi, pesquisadora do CTBE e uma das organizadoras do Workshop, diversos setores que movimentam a economia visam a aprovação do Programa com a celeridade que a pauta exige, porque enxergam sua necessidade.

“O RenovaBio pode ser uma eficaz solução para o mercado de biocombustíveis nacional, servindo como referência a ser seguida mundialmente”, destaca Grassi. “A regularização do setor e a emissão de certificados de carbono são apenas exemplos dos potenciais do RenovaBio”, conclui.

 

Repercussão: novaCana  ;  Revista Canavieiras  ; BrasilAgro

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone