Latin American Summit Meeting on Biological Crystallography and Complementary Methods

Publicado em 10/09/2014
IFSC – 10/09/2014

 

O Grupo de Cristalografia do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP) está largamente envolvido na realização do Latin American Summit Meeting on Biological Cristallography and Complementary Methods, um evento que ocorrerá entre os próximos dias 22 e 24 de setembro, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Campinas, São Paulo, constituindo mais um evento inserido na programação das comemorações do International Year of Crystalography – IYCr 2014, uma iniciativa da Assembléia Geral das Nações Unidas, que tem como objetivo reconhecer a importância desta ciência para a compreensão da natureza, bem como comemorar a determinação da primeira estrutura cristalina realizada no ano de 1914, pelo físico australiano William Lawrence Bragg.

IYCR 2014 também tem como objetivo aumentar a conscientização do público sobre a ciência da cristalografia e como ela sustenta a maioria dos desenvolvimentos tecnológicos em nossa sociedade moderna; inspirar os jovens através de exposições públicas, conferências e demonstrações práticas nas escolas; ilustrar a universidade da ciência; promover a colaboração internacional entre pesquisadores de todo o mundo; e promover a educação e pesquisa em cristalografia e sua interligação com outras ciências.

Apoiado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO e pela International Union of Crystallography – IUCr, o citado workshop deverá estimular a aplicação de cristalografia de fenômenos biológicos complexos, através de uma série de apresentações científicas, ministradas por pesquisadores convidados da região e de outros países, como Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Venezuela, México, entre outros, e também servirá como uma vitrine para o progresso que tem sido feito em cristalografia de proteínas e assuntos relacionados ao longo dos últimos 25 anos.

Além disso, o evento deverá garantir um ambiente propício para discussões sobre o futuro científico da região e, especificamente, a contribuição que se pode oferecer à cristalografia. A escolha de Campinas como sede do workshop, se deve à construção do Sirius, nova fonte de luz síncrotron brasileira, acelerador que representa o potencial da região para se tornar um dos grandes destaques da biologia estrutural.

Este workshop, organizado pelos docentes Glaucius Oliva (IFSC-USP), Antonio José Roque (LNLS-CNPEM), Iris Torriani (UNICAMP, IUCr), Kleber Gomes Franchini (LNBio-CNPEM), Richard Garratt (IFSC-USP) e Andre LB Ambrosio (LNBio-CNPEM), contará com a participação dos seguintes palestrantes: Adriana Rojas (Espanha), Alejandro Vila (Argentina), Alejandro Buschiazzo (Uruguai), Beatriz Gomes Guimarães (França), Daniel Guerra (Peru), Fernando Goldbaum (Argentina), Glaucius Oliva (Brasil), Graciela Russomano (Paraguai), Juan Carlos Fontecilla (França), Luis Brieba (México), Martha Bunster (Chile), Pedro Alzari (França), Raul Padrón (Venezuela) e, ainda, de Ada Yonath, ganhadora do prêmio Nobel de Química em 2009.

 

Link: IFSC

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone