Lançada primeira revista na temática de Avaliação do Ciclo de Vida – ACV – RSS

Publicado em 27/07/2017
Embrapa

 

Divulgação. - Volume 1. Nr. 1. 2017.

Volume 1. Nr. 1. 2017.

Já está disponível a primeira edição da Revista Latino Americana de Avaliação do Ciclo de Vida – LALCA, a primeira no mundo com acesso aberto que trata da temática de ACV (Avaliação do Ciclo de Vida), ferramenta de gestão que permite avaliar o desempenho ambiental de produtos ao longo de todo o seu ciclo de vida.

Concebida por uma equipe editorial formada por expoentes da pesquisa do tema na América Latina e Caribe – da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, México, Peru e Uruguai –, todos com forte atuação na pesquisa e aplicação da técnica de ACV.

Pesquisas em Avaliação do Ciclo de Vida

De acordo com a pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente Marília Folegatti-Matsuura, que integra o Comitê Científico da LALCA, “estudos de ACV tratam sistemática e adequadamente dos impactos ambientais de produtos, desde a aquisição de matérias-primas à disposição final (cradle to grave)”.

A ACV também se aplica à identificação dos estágios do ciclo de vida que mais contribuem para a geração de impactos; à avaliação da implementação de melhorias; à integração de aspectos ambientais ao projeto e desenvolvimento de produtos; e ao subsídio a declarações ambientais. “É uma metodologia com forte base científica e reconhecida internacionalmente, sendo padronizada pelas normas ISO 14040:2006 e 14044:2006”, salienta a pesquisadora.

A ACV é considerada para a formulação de políticas públicas em vários países. Na União Europeia, está sendo usada para o estabelecimento de critérios para rotulagem ambiental de produtos. Na América Latina, México, Chile e Peru trazem em sua legislação a obrigatoriedade da realização de estudos de ACV para biocombustíveis gerados a partir de novas biomassas. A OACI (Organização da Aviação Civil Internacional), da qual o Brasil é membro-fundador, está neste momento desenvolvendo protocolos para o monitoramento da redução de emissões de gases de efeito estufa da aviação civil com base em ACV.

No Brasil a Rotulagem Ambiental Tipo III – Declaração Ambiental de Produto (DAP), instituída pela Portaria 100, de 7 de março de 2016, pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), adota o método da Avaliação do Ciclo de Vida. A ACV também está sendo proposta para o cálculo do índice de desempenho ambiental do RenovaBio – o novo programa do Ministério de Minas e Energia para a promoção da produção de biocombustíveis.

Estudos de ACV também podem ser demandados em relações comerciais internacionais, como para biocombustíveis e grandes commodities exportadas pelo Brasil, como soja, milho, carne de frango, carne bovina e açúcar. Marília tem se dedicado a pesquisas nesta temática desde 2009.

Projeto ICVAgroBR
Este recente projeto (outubro 2016) foi proposto dentro da chamada de propostas para “Life Cycle Inventory (LCI) data collection, LCI dataset creation and submission to ecoinvent”, emitida pelo State Secretariat for Economic Affairs (SECO) da Suíça em fevereiro de 2016. O ICVAgroBR (Inventários do Ciclo de Vida de produtos agrícolas brasileiros: uma contribuição ao banco de dados ecoinvent) é liderado pela Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) e reúne mais seis Unidades de Pesquisa da Embrapa (Agroindústria Tropical, Gado de Corte, Informática Agropecuária, Milho e Sorgo, Pantanal, Soja) e os parceiros Agroscope; Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol; Fundação Espaço Eco (FEE); Quantis e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), além de outros colaboradores.

O objetivo é elaborar inventários do ciclo de vida de cana, soja, milho, manga, eucalipto e pecuária. Os inventários de pecuária serão os primeiros a constar em bancos de dados, representando a realidade brasileira.

Como publicar na LALCA
Em cada edição as submissões serão analisadas por uma equipe multidisciplinar de especialistas, observando os princípios do rigor científico e a qualidade da pesquisa. Para tornar mais ágil o processo de disseminação da informação científica, a LALCA adotou o processo de publicação contínua, em que os artigos são publicados assim que o processo de avaliação e revisão é finalizado.

Para enviar seu artigo é preciso fazer um breve cadastro no site, analisar sua aderência ao escopo da LALCA e seguir os próximos passos explicados no momento da submissão. Serão aceitos artigos em língua portuguesa, espanhola, ou inglesa, com resumos nas três línguas, obrigatoriamente.

Clique aqui para ter acesso à LALCA.

Eliana Lima (MTb 22.047/SP)
Embrapa Meio Ambiente

Telefone: (19) 3311.2748

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone