Iranianos e brasileiros debatem TICs e nanotecnologia

Publicado em 20/04/2010

20/04/2010 – Jornal da Ciência

Em workshops durante esta semana, no RJ e SP, pesquisadores do Brasil e do Irã buscam interação e avaliam possibilidades de colaboração nas duas áreas.Pesquisadores iranianos estão no Brasil, até o final desta semana, para participar de workshops nas áreas de tecnologias da informação e comunicação (TICs) e nanotecnologia.

O objetivo é promover a interação entre brasileiros e iranianos e avaliar a possibilidade de desenvolver projetos conjuntos nas duas áreas. A realização dos workshops ficou acertada durante visita do ministro da C&T, Sergio Rezende, ao Irã no mês passado.

Na área das TICs, compõem a delegação do Irã o engenheiro Majid Riyazi, vice-ministro de Tecnologias da Informação e Comunicação; Hamid Rabiee, presidente do Centro de Pesquisa de Tecnologias Avançadas em Informação e Comunicação da Universidade de Sharif; e Hamid Tarestani Farahani, vice de Relações Internacionais do escritório de Cooperação Tecnológica iraniano.

Pelo lado brasileiro, participam do workshop sobre TICs Augusto Gadelha, secretário de Política de Informática do MCT; Deivi Kuhn e Welson Viana, do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro); Jarbas Cardoso, do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI); Pedro Dias e Augusto Raupp, do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC); Gerson Cunha, do Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia da Coppe/UFRJ; Christian Miziara, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologias Digitais para Informação e Comunicação (CTIC/RNP); Eduardo Rezende, da Fundação Certi (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras); John Forman, da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex); Eduardo Peixoto, do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar); Ernandes Bezerra, do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI); Fernanda Lobato e Daniel Oliveira, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento; e Alexandre Barragat, da Finep.

Além dos workshops, os iranianos devem fazer visitas técnicas ao Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), ao Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Escola Politécnica da USP, ao Comitê Gestor Internet no Brasil (CGI) e ao Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC-BR).

Nanotecnologia
Para falar sobre a pesquisa em nanotecnologia, estão no Brasil os iranianos Rasoul Dinarvand, presidente da Escola de Medicina da Universidade de Teerã; Ali Beytollahi, gerente do grupo de trabalho sobre desenvolvimento de infraestrutura do Conselho Iraniano de Nanotecnologia; Alireza Zaker Moshfegh, membro da diretoria da Universidade Tecnológica de Sharif; e Azam Iraji Zad, presidenta do Instituto de C&T da Universidade Tecnológica de Sharif.

Do Brasil, participam das discussões Mario Baibich, do Programa de Pós-graduação em Física da UFRGS; Paulo César de Morais, do Grupo de Nanoestruturas Semicondutoras e Magnéticas do Instituto de Física da UnB; Silvia Guterres, da Faculdade de Farmácia da UFRGS e coordenadora da Rede Nanocosméticos; Guilherme Temilliosi, da empresa Nanox; Daniela Zanchet, da Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS); Rodrigo Lacerda, do Departamento de Física da UFMG; Flavio Garcia, do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).
Durante a semana, a delegação do Irã deverá visitar o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), a PUC-Rio, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

(Com informações do MCT)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone