Inscrições abertas para 4ª edição do Workshop on Second Generation Bioethanol

Publicado em 09/10/2013

Jornal da Ciência, em 08/10/2013

Evento em Campinas aborda a produção de enzimas para a conversão de biomassa

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) promoverá nos dias 11 e 12 de novembro de 2013, em Campinas-SP, o “Workshop on Second Generation Bioethanol 2013: Enzymatic Hydrolysis”. O evento busca disseminar descobertas científicas e ampliar a interação entre a comunidade de pesquisa brasileira e internacional ligada à conversão de biomassa em bioprodutos, principalmente etanol.

Esta é a quarta edição do evento, que ocorre anualmente desde 2010. Nos três primeiros anos, a temática das discussões foi focada nos processos de hidrólise enzimática, relações entre a estrutura e a função de enzimas, aspectos relacionados a bioprocessos, metagenômica aplicada a biocombustíveis, produção de proteínas, transdução de sinal em fungos filamentosos e evolução molecular de enzimas. Nessa próxima edição, além do enfoque em enzimas hidrolíticas, serão incluídas sessões sobre novas fontes de energia e engenharia metabólica em leveduras e fungos filamentosos.

As inscrições podem ser realizadas gratuitamente até o dia 25 de outubro de 2013 pelo site:www2.bioetanol.org.br/enzymatichydrolysis. Caso o número de inscritos ultrapasse o limite de lugares disponíveis, o comitê organizador selecionará as inscrições aprovadas e divulgará o resultado até o dia 31 de outubro.

O workshop será realizado no auditório do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), pertencente ao CNPEM. O desenvolvimento da tecnologia de produção de etanol celulósico é uma das prioridades de pesquisa do CTBE. No Laboratório, são conduzidas pesquisas sobre sistemas enzimáticos para conversão de biomassa, engenharia de microrganismos e enzimas, engenharia genética e biologia sintética de sistemas microbianos para a produção de biocombustíveis. O CTBE possui ainda uma Planta Piloto para Desenvolvimento de Processos (PPDP) que permite que pesquisadores do Brasil e do exterior realizem o escalonamento de processos de produção de etanol celulósico e de outros compostos de alto valor agregado a partir de fontes renováveis.

(Ascom do CNPEM)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone