Indústrias de papel e celulose visitam o CNPEM

Publicado em 24/04/2018

Objetivo da visita é prospectar parcerias com os Laboratórios Nacionais

 

Empresas do setor de papel e celulose visitaram hoje (24/04/2018) dois dos Laboratórios Nacionais que integram o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM): o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) e o Laboratório de Nanotecnologia (LNNano). A visita foi realizada no âmbito do programa “Roadshow Inovação na Prática”, promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) em conjunto com Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), em que são realizadas visitas às Unidades EMBRAPII com o intuito de estimular parcerias entre empresas e centros de pesquisa e desenvolvimento no Brasil.

Com apresentações das instalações de instituições de pesquisa de referência como o CNPEM, o objetivo do programa de visitas é fortalecer a capacidade de inovação da indústria nacional, aumentando também a produtividade e competitividade das empresas brasileiras. Segundo a coordenadora técnica da ABTCP, Viviane Nunes Stefano, a visita ao CTBE e o LNNano faz com que as indústrias do setor de papel e celulose conheçam as pesquisas realizadas nos Laboratórios e possam se beneficiar da infraestrutura e das competências do CNPEM por meio de parcerias. “Começamos o programa ontem e a troca de experiências e de conhecimento tem sido muito rica. A capacitação dos centros de pesquisa é muito grande e pode ser aproveitada pelo setor”, destacou.

 

Representantes da indústria de papel e celulose que visitaram o CNPEM por meio de programa da EMBRAPII | Foto: Viviane Celente

DESENVOLVA PROJETOS DE PESQUISA COM O CNPEM

 

O CNPEM é credenciado como Unidade EMBRAPII Biomassa para executar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de processamento e aproveitamento de biomassas e no desenvolvimento de materiais oriundos da biomassa, em cooperação com empresas do setor industrial. A Unidade EMBRAPII Biomassa CNPEM foi credenciada em 2014 e já apoiou projetos do CNPEM com empresas do setor farmacêutico, químico, automotivo e alimentício. “Ser uma Unidade EMBRAPII é um reconhecimento importante da nossa excelência científica e tecnológica e da capacidade de colaborar com empresas no desenvolvimento de soluções inovadoras, contribuindo para o fortalecimento do sistema nacional de ciência, tecnologia e inovação”, afirmou a coordenadora em Inovação e da Unidade EMBRAPII Biomassa do Centro, Patricia Toledo. Essa qualificação possibilita o CNPEM trabalhar dentro de um modelo de financiamento flexível e ágil, compartilhando os riscos e os investimentos em projetos inovadores com as empresas, com intuito de potencializar a força competitiva das empresas tanto no mercado interno como no mercado internacional.

 

Sobre o CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização social qualificada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Localizado em Campinas-SP, possui quatro laboratórios referências mundiais e abertos à comunidade científica e empresarial. O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) opera a única fonte de luz Síncrotron da América Latina e está, nesse momento, construindo Sirius, o novo acelerador brasileiro, de quarta geração, para análise dos mais diversos tipos de materiais, orgânicos e inorgânicos; o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) desenvolve pesquisas em áreas de fronteira da Biociência, com foco em biotecnologia e fármacos; o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia de Bioetanol (CTBE) investiga novas tecnologias para a produção de etanol celulósico; e o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) realiza pesquisas com materiais avançados, com grande potencial econômico para o país.