Impactos na produção da cana serão discutidos pela Embrapa no Congresso UDOP

Agência UDOP em 07/11/2014

Aumentar a produtividade e ganhar competitividade tem se mostrado um dos fatores mais importantes para a sobrevivência das usinas neste momento de crise do setor. Um dos pontos decisivos para isso é agregar valor aos produtos já obtidos na cadeia bioenergética. Um dos destaques para este aumento de competitividade é, sem dúvida, a otimização da produção de bioeletricidade no momento em que o País enfrenta uma severa crise de abastecimento, o que torna a energia de biomassa num importante produto para aumentar a renda das usinas.

Diante deste cenário favorável à bioeletricidade, a Embrapa trará para o 7º Congresso Nacional da Bioenergia, na próxima semana, nos dias 12 e 13, pelo menos três palestras voltadas para este ganho de competitividade, a saber: “Manejo da palhada e produtividade de cana“, “Impactos econômicos da retirada da palhada” e “Impactos dos sistemas de plantio e do manejo da palhada na compactação do solo”.

Os temas possibilitam visualizar os efeitos da manutenção da retirada da palha da cana e quais seus impactos. As palestras vão enfatizar o custo da retirada da palha por enfardamento ou integral e o que isso implica na produção, se haverá ou não uma queda, tanto da cana, quanto dos produtos finais: etanol, açúcar e energia.

Além destas três palestras a sala da Embrapa traz ainda uma apresentação do pesquisador da Embrapa, Hugo Molinari, com o tema “Variedades OGM em cana: uma realidade para redução de perdas com a seca”, que demonstra os resultados de tolerância da cana-de-açúcar à severa estiagem que o país vive hoje. Em contrapartida, a pesquisadora do IAC, Regina Pires, aborda qual a eficácia da irrigação em cana.

A seca tem preocupado muito os produtores, pois a ausência de produção, consequentemente, impacta no mercado internacional de açúcar e etanol. Levando isso em conta, o pesquisador CTBE, Fábio Scarpare, discute o tema “Pegada hídrica da cana-de-açúcar irrigada e sequeiro” e analisa possibilidades futuras.

O tema “Correção da acidez do solo e adubação da cana-de-açúcar – Resultados da experimentação em andamento da Embrapa Cerrados”, mostra uma quebra de paradigma em relação a adubação de fosforo em superfície. O pesquisador Thomaz Rein, apresentará os resultados desta pesquisa.

O setor busca novas alternativas úteis para o aumento da produtividade. Para isso a próxima palestra apresenta soluções através da aposta de fertilizantes organominerais. Através do pesquisador José Polidoro, a discussão será especificamente “Inovações em fertilizantes: o caminho para a sustentabilidade”.

Recentemente o BNDES encomendou uma pesquisa para a Embrapa sobre a viabilidade de uma usina integrada de etanol proveniente da cana e do milho. Desde então, um estudo de caso da Embrapa mostra até que ponto esse projeto é viável econômica e sustentavelmente. O pesquisador científico, Marcelo Morandi, apresentará este estudo no último dia do Congresso.

Para encerrar, a questão hídrica e o comprometimento da seca serão analisados na apresentação do pesquisador doutor da Embrapa Informática, Fábio Silva. Ele destrinchará o tema “Análise de consumo hídrico em usinas sucroenergéticas e as práticas de reuso de efluentes”.

O Congresso UDOP/STAB será realizado nos dias 12 e 13 de novembro, no campus do UniSalesiano em Araçatuba/SP. Para conferir a programação completa da sala temática da Embrapa Novas Tecnologias, clique aqui. Confira também toda a programação do Congresso, clicando aqui. Aproveite as últimas vagas para o Congresso.

Apoio

O 7º Congresso Nacional da Bioenergia conta com o apoio cultural das empresas: Azamoto; Beta Renewables; Bayer CropScience; CanaVialis; Case IH; Ceres; CTC; Deloitte; Ecom Energia; FMC; GE; Novozymes; São Francisco Saúde; Syngenta e Yamaha.

Como mídia parceira, atuarão no Congresso as revistas: CanaMix; CanaOnline; Canal – Jornal da Bioenergia e Revista STAB. O Unisalesiano e a Siamig apoiam institucionalmente o evento.

Inscrição

As inscrições devem ser feitas através do portal UDOP, no menu UniUDOP – Congresso Nacional da Bioenergia. Os colaboradores das empresas que têm direito às cortesias e que estejam interessados em participar do Congresso devem procurar o RH da usina associada e efetuar a inscrição até hoje (7).

Além das associadas, outras empresas e profissionais interessados em participar do Congresso devem se inscrever também até o dia 7 de novembro através do portal UDOP, no menu UniUDOP – Congresso Nacional da Bioenergia, ou clicando aqui. Garanta sua participação!

Serviços:

7º Congresso Nacional da Bioenergia
Promoção:
UDOP e STAB
Data: 12 e 13 de novembro
Local: Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium – UniSalesiano
Rod. Senador Teotônio Vilela, 3.821, km 8,5 – Jardim Alvorada – Araçatuba/SP
Inscrições: no portal UDOP (www.udop.com.br) ou clicando aqui
Mais informações: (18) 2103-0528 ou uniudop@udop.com.br.

Camila Lemos
Fonte: Agência UDOP de Notícias

Repercussão: Revista Canavieiros

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone